Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Custos do trabalho em Portugal registam a quarta maior queda da UE

O custo médio por hora trabalhada em Portugal caiu no primeiro trimestre deste ano 0,3%. É a quarta descida mais acentuada entre os países da UE, embora fique distante das variações de -8,6% e de -9,6% registadas nos dois trimestres anteriores. A construção civil foi o único sector onde a variação foi positiva.

Reuters
Negócios 17 de Junho de 2013 às 12:04
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

O custo médio por hora trabalhada em Portugal voltou a cair no primeiro trimestre deste ano, ao recuar 0,3% em termos homólogos, o que traduz a quarta maior descida anual entre os países da União Europeia, onde esse valor aumentou, em média, 1,9%. Na média dos países do euro, a variação foi também positiva: 1,6%.

 

A redução de 0,3% do custo médio por hora trabalhada em Portugal fica já distante das variações de -8,6% e de -9,6% registadas nos dois trimestres anteriores.

 

Nas actividades sujeitas às regras do mercado (que correspondem grosso modo ao sector privado) os custos caíram 0,6%, após variações homólogas de -0,5% e -11,5% nos trimestres anteriores. Pelo segundo trimestre consecutivo, a construção civil o único sector onde a variação foi positiva (3,6%). Já na indústria (-1,3%) e nos serviços (-1,1%), os custos do trabalho mantiveram-se em queda na economia portuguesa.

 

Já em actividades como Defesa, Educação e Saúde – fundamentalmente desempenhadas pelo sector público - o custo médio do trabalho subiu ligeiramente, 0,3%, após ter sofrido variações homólogas de -18,7% e -6,9% nos dois trimestres anteriores.

 

Este indicador mede os custos do trabalho na óptica da entidade empregadora, pelo que cobre os salários e custos não salariais como as contribuições sociais a cargo do empregador.

Ver comentários
Saber mais Custo do trabalho Eurostat UE
Outras Notícias