Conjuntura Economia portuguesa acelerou no primeiro trimestre de 2019

Economia portuguesa acelerou no primeiro trimestre de 2019

O ritmo de crescimento da economia portuguesa acelerou no arranque de 2019. O investimento deu gás à economia no primeiro trimestre.
Economia portuguesa acelerou no primeiro trimestre de 2019
lusa
Tiago Varzim 15 de maio de 2019 às 09:31
A economia portuguesa cresceu 0,5% no primeiro trimestre de 2019 face ao quarto trimestre do ano passado (0,4%), segundo os dados divulgados esta quarta-feira, 15 de maio, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Este ritmo de crescimento representa uma aceleração.

Em termos homólogos, ou seja, face ao primeiro trimestre de 2018, o PIB aumentou 1,8%, acima dos 1,7% registados no quarto trimestre de 2018. Apesar de ter recuperado ritmo, este crescimento homólogo fica aquém da projeção anual do ministro das Finanças, Mário Centeno.

O Governo prevê que o PIB cresça 1,9% este ano, uma estimativa que foi revista em baixa no Programa de Estabilidade 2019-2023 divulgado em abril face ao Orçamento do Estado para 2019 (2,2%). 

De onde veio esta aceleração? Da procura interna, indica o INE nesta estimativa rápida. Apesar de não dar ainda pormenores sobre o crescimento - que serão publicados no final do mês -, o gabinete de estatística avança que foi o contributo do investimento que deu gás à economia portuguesa.

Por outro lado, a procura externa líquida (a diferença entre exportações e importações) deu um contributo ainda mais negativo para o PIB. Tal deve-se ao facto de as importações estarem a crescer a um ritmo bastante superior ao das exportações.

Estes dados já permitem concluir que a componente externa continua a castigar a economia portuguesa, mantendo a trajetória de desaceleração que tem sido regra desde o início do segundo semestre de 2018. 

Os números divulgados pelo gabinete de estatística ficaram ligeiramente acima da média dos economistas consultados pela Lusa que esperavam um crescimento de 1,7% em termos homólogos. 

Neste destaque, o INE também revê em alta o crescimento do primeiro trimestre de 2018 para 2,3% em termos homólogos (anteriormente, 2,2%) e para 0,5% em cadeia (0,4%). Essa revisão não teve impacto no valor anual do PIB de 2018 (2,1%), mas fez com que a base de comparação para a variação homóloga do primeiro trimestre de 2019 fosse ligeiramente maior.

Os detalhes sobre o desempenho da economia portuguesa no primeiro trimestre deste ano serão divulgados a 31 de maio. 

(Notícia atualizada às 9h49 com mais informação)



pub

Marketing Automation certified by E-GOI