Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Encomendas à indústria nacional acentuam queda em Julho

Comportamento negativo ficou a dever-se sobretudo à descida das encomendas oriundas do mercado externo.

Miguel Baltazar
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 10 de Setembro de 2013 às 11:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

O índice que mede a evolução das novas encomendas à indústria portuguesa interrompeu em Julho o movimento de recuperação que vinha a registar há vários meses, penalizado sobretudo pela evolução mais negativa das ordens vindas do exterior.

 

As novas encomendas diminuíram 1,9% em Julho face ao mesmo mês do ano passado, quando em Junho a queda tinha sido de 0,2%. Desde Março, quando caiu 9,4%, que este índice vinha a apresentar uma trajectória de recuperação.

 

Segundo anunciou o Instituto Nacional de Estatística, o resultado de Julho “foi principalmente determinado pelo comportamento do índice relativo ao mercado externo”, que apresentou uma variação negativa de 3%, quando em Junho tinha recuado 1,4%.

 

O índice de encomendas provenientes do mercado nacional passou de um aumento de 1,5% em Junho para uma diminuição de 0,3% em Julho.

 

Na variação média dos últimos 12 meses, um indicador menos volátil das encomendas à indústria portuguesa, a queda foi de 4,6% em Julho, quando em Julho tinha sido de 5,2%.

Ver comentários
Saber mais INE Indústria
Outras Notícias