Conjuntura Finanças garantem que enviaram ao INE "atempadamente" informação sobre contas nacionais

Finanças garantem que enviaram ao INE "atempadamente" informação sobre contas nacionais

Depois do INE ter dito não ter recebido a informação a tempo para divulgar esta quinta-feira os dados do procedimento por défices excessivos, o Ministério das Finanças contrapõe e diz que enviou.
Finanças garantem que enviaram ao INE "atempadamente" informação sobre contas nacionais
Bruno simão
Negócios 24 de março de 2016 às 11:18
"O Ministério das Finanças informa que enviou para o Instituto Nacional de Estatística, atempadamente, toda a informação sobre as contas do Estado necessárias ao cálculo do défice e da dívida pública em 2015".

É assim que, em comunicado, o ministério tutelado por Mário Centeno contradiz o INE que informou ter adiado a divulgação da primeira notificação do procedimento dos défices excessivos (PDE) "dado não estar disponível toda a informação necessária", segundo cita a Lusa.

A divulgação desses dados foi adiada para 31 de Março, revelou o INE.

Uma informação que o Ministério das Finanças contesta num comunicado de dois parágrafos, dizendo mesmo ser incorrecta a informação do INE.

"É, pois, incorrecta a informação noticiada que imputa ao Ministério das Finanças responsabilidades num eventual atraso na divulgação oficial da primeira notificação de 2016 relativa ao procedimento de défices excessivos", diz o gabinete de Mário Centeno.

Os países só saem do procedimento dos défices excessivos quando estes ficarem abaixo dos 3% do PIB, o que não aconteceu com Portugal.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI