Conjuntura Fórum para a Competitividade não vê PIB a recuperar no arranque de 2019

Fórum para a Competitividade não vê PIB a recuperar no arranque de 2019

A economia portuguesa vai continuar a desacelerar no arranque de 2019, diz o Fórum para a Competitividade, contrastando com as previsões do ISEG e da Católica. O PIB da Zona Euro acelerou no primeiro trimestre.
Fórum para a Competitividade não vê PIB a recuperar no arranque de 2019
João Ferrand
Tiago Varzim 03 de maio de 2019 às 11:11
Até ao momento, a maior parte das previsões apontavam para uma recuperação do crescimento económico em Portugal no primeiro trimestre de 2019. No entanto, há uma previsão divergente: o Fórum para a Competitividade antecipa que o PIB continue a travar no arranque do ano por causa da conjuntura externa. 

"Com a clara deterioração do ambiente externo, as perspetivas para Portugal estão agora piores e já se torna mais difícil antecipar uma recuperação do mau desempenho das exportações no 4º trimestre de 2018, ideia reforçada pelo dados das contas externas dos primeiros meses", afirma o Fórum na nota de conjuntura divulgada esta sexta-feira, 3 de maio. 

Assim, a entidade liderada por Ferraz da Costa espera um crescimento entre 1,4% e 1,6%, em termos homólogos, abaixo dos 1,7% registados no quarto trimestre de 2018. Já em termos trimestrais, o intervalo de previsão vai de 0,2% a 0,4%. Caso seja 0,4% iguala o crescimento em cadeia registado no último trimestre do ano passado. 

Esta previsão contrasta com a ligeira aceleração prevista pelo ISEG e pela Católica. Ambos antecipam um crescimento de 0,7%, em cadeia, e de 1,9%, em termos homólogos, no primeiro trimestre deste ano. Além disso, os indicadores do Banco de Portugal, do Instituto Nacional de Estatística ou mesmo a execução orçamental apontam para esse cenário

Acresce que no conjunto da Zona Euro o ritmo de crescimento acelerou no início do ano, segundo a estimativa rápida do Eurostat. A economia europeia cresceu 0,4% em cadeia durante o primeiro trimestre de 2019, acima dos 0,2% do quarto trimestre de 2018. Em termos homólogos, a subida do PIB manteve-se nos 1,2%. 

Recorde-se que o Fórum é também uma das entidades mais pessimistas para o crescimento de Portugal no conjunto do ano, colocando o intervalo entre os 1,3% e os 1,6%. Recentemente, o Executivo reviu em baixa a previsão para 1,9%, um número que o Fórum considera ser "excessivamente otimista porque não foi feita nenhuma reforma estrutural para aumentar o nosso potencial de crescimento". 

Na nota de conjuntura de abril, o Fórum para a Conjuntura volta a criticar a evolução da produtividade em Portugal e, em particular, o Programa de Estabilidade 2019-2023 apresentado pelo Governo. "Se, no 1º trimestre de 2019, a produtividade continuar a apresentar valores negativos ou positivos mas muito baixos, isso irá dar um forte golpe na credibilidade do Programa de Estabilidade, cujo cenário macroeconómico depende – crucialmente – de um salto (improvável) da produtividade para crescimentos da ordem dos 1,3%", lê-se na nota.

"O Programa de Estabilidade baseia-se num cenário macroeconómico que não é credível, pelo que as metas orçamentais também não o são", conclui o Fórum. 

A estimativa rápida do PIB para Portugal no primeiro trimestre será divulgado a 15 de maio.

O Fórum para a Competitividade é uma associação de direito privado, sem fins lucrativos, tendo como associados várias empresas, associações empresariais e particulares.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI