Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Há 3% dos portugueses que acreditam que Portugal está numa boa situação económica

Grécia, Espanha, Portugal e Irlanda. Quatro países. Três resgatados, um sob grandes probabilidades de o ser. Menos de 5% dos cidadãos em cada uma das quatro economias periféricas considera que a situação económica dos respectivos países é positiva.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 27 de Julho de 2012 às 15:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 32
  • ...
Os números não deixam margem para dúvida. A esmagadora maioria dos portugueses considera que a actual situação económica é "má". Mas há, de acordo com o Eurobarómetro da Primavera, cidadãos nacionais com a opinião contrária.

Segundo o estudo hoje publicado, 3% dos entrevistados portugueses ao inquérito da Comissão Europeia responderam que a actual situação económica de Portugal é "boa". Em oposição a uns esmagadores 97% com a ideia contrária.

Portugal é o terceiro país com a mais baixa percentagem com respostas positivas sobre a economia. Pior só dois outros países da União Europeia: Espanha e Grécia.

Espanha pelo frágil momento que atravessa. O inquérito foi feito em Maio, mês em que se intensificou o contágio da crise da dívida ao país. São 99% os entrevistados espanhóis com uma opinião negativa sobre a situação económica, isto numa altura em que se teme que o país possa ter de se seguir à Grécia, Irlanda e Portugal num resgate.

Grécia por ser um país em recessão económica há cinco anos seguidos, alvo de dois pacotes de ajuda externa com o intuito de ordenar as finanças públicas, tem enfrentado grandes dificuldades. Os gregos, sob austeridade durante este período, não são a isso alheios. A percentagem é expressiva: 100% dos helénicos dizem que "má" é o adjectivo para classificar a situação económica no país do sul da Europa.

"Na Suécia, Luxemburgo e na Alemanha, mais de três quartos dos entrevistados dizem que a situação da sua economia nacional é boa", aponta o relatório. Na Suécia, são 83% os que dizem bem da economia, contra 15% com a opinião oposta.
Ver comentários
Saber mais Portugal Eurobarómetro Espanha Grécia crise crise da dívida
Outras Notícias