Conjuntura INE espanhol quer ajuda dos supermercados para calcular a inflação

INE espanhol quer ajuda dos supermercados para calcular a inflação

O Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol está a pedir ajuda às empresas para que possa calcular melhor a inflação que se regista no país.
INE espanhol quer ajuda dos supermercados para calcular a inflação
Miguel Baltazar/Negócios
Tiago Varzim 21 de outubro de 2019 às 14:46
A inflação é um dados macroeconómicos mais importantes para quem define a política económica. O Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol está a tentar melhorar o cálculo dessa taxa, pedindo ajuda aos supermercados para ter acesso direto aos dados, escreve esta segunda-feira, 21 de outubro, a agência espanhola Europa Press.

O gabinete de estatísticas espanhol está a negociar com empresas como o Mercadona e o Lidl para aceder às bases de dados destes supermercados e, assim, calcular o Índice de Preços ao Consumidores (IPC) de forma "mais eficiente, precisa e completa", segundo a Europa Press. O objetivo é começar este novo sistema em 2020. 

Neste momento, o INE espanhol já tem o "sim" de empresas como o El Corte Inglés e o Auchan para que estas empresas forneçam semanalmente dados sobre os produtos que são comercializados nos seus balcões. O Carrefour também está a colaborar, mas ainda não há uma colaboração formal. 

Atualmente, segundo a Europa Press, o gabinete de estatísticas espanhol recolhe 220 mil preços de produtos de forma manual em 33 mil estabelecimentos que são previamente escolhidos para representar cada setor e que são visitados por técnicos. 

Isso não vai deixar de acontecer, mas os técnicos passarão de apontar numa folha de papel os dados para trabalharem com tablets, o que permitirá digerir os números da inflação em tempo real. 

Outra fonte da qual o INE espanhol pretende recolher dados é a internet, fazendo-o de forma automática em empresas que prestam serviços ou vendem bens online como é o caso de agências de viagem ou os próprios supermercados. 

Também neste âmbito será necessária a ajuda das empresas em causa uma vez que há sites que bloqueiam a recolha destes dados pelo que terão de abrir uma exceção para o gabinete de estatísticas espanhol. 

O acesso a estes dados poderá contribuir para a redução dos custos com a produção estatística, aumentar a rapidez de divulgação dos dados e proporcionar novos números para análise.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI