Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Inflação na Zona Euro foi de 0,2% em Dezembro, tendo subido face a Novembro

Afinal a taxa de inflação em Dezembro na Zona Euro subiu de 0,1% em Novembro para 0,2% em Dezembro. O Eurostat reviu os valores de Novembro, mas manteve a taxa de Dezembro face à primeira estimativa. O conjunto da União Europeia está com a mesma taxa.

Pedidos de subsídio de desemprego diminuem mais do que esperado nos EUA
Negócios 19 de Janeiro de 2016 às 10:23
  • Partilhar artigo
  • ...
A Zona Euro e a União Europeia ficaram, em Dezembro, com a mesma taxa de inflação, nos 0,2%, face aos 0,1% em Novembro, de acordo com os dados divulgados esta terça-feira, 19 de Janeiro, pelo Eurostat.

No caso da Zona Euro, os dados de Novembro de 0,1% resultam mesmo de uma revisão face à estimativa inicial que apontava para um valor de 0,2% também para o 11.º mês. O Eurostat manteve a taxa de Dezembro face à estimativa inicial.

Há um ano, as taxas de inflação estavam em valores negativos. Na Zona Euro os preços tinham registado em Dezembro de 2014 uma queda de 0,2%, enquanto no conjunto da União a queda há um ano foi de 0,1%.

No último Dezembro, o de 2015, as taxas foram negativas em 12 Estados-membro, com os níveis mais baixos a serem registados na Bulgária (-0,9%), Roménia (-0,7%), Chipre e Eslovénia (ambos com -0,6%). A taxa de inflação mais elevada foi registada na Bélgica (1,4%), Malta (1,2%) e Áustria (1,1%). Em Portugal, recorde-se, a taxa de inflação em Dezembro foi de 0,3%, de acordo com os números divulgados pelo Eurostat que anualizada os valores. 

Restaurantes e cafés foi o sector que mais contribuiu para uma subida de preços, com um impacto positivo de 0,1 pontos percentuais, enquanto os combustíveis continuam a puxar a taxa para baixo, com um impacto negativo de 0,4 pontos. A energia teve uma queda de 4,6% no caso do gás, 22% no petróleo para aquecimento e de 8,3% nos combustíveis.

A taxa de inflação continua assim longe do objectivo de ficar perto dos 2%. Em Dezembro, Mario Draghi reviu as estimativas para a inflação na Zona Euro, fixando as projecções num aumento de preços de 0,1% para 2015, e avançando com uma projecção de inflação para 2016 de 1% e de 1,6% em 2017, ano em que termina, previsivelmente, o actual programa de estímulos à economia do BCE.

"Com base na informação disponível e no preço dos futuros de petróleo, as taxas de inflação vão permanecer muito baixas no curto prazo", sublinhou, em Setembro, Mario Draghi.






Ver comentários
Saber mais Taxa de inflação Eurostat Dezembro 2015 Novembro
Outras Notícias