Conjuntura Inflação na Alemanha abrandou de forma inesperada em Agosto

Inflação na Alemanha abrandou de forma inesperada em Agosto

Em vez do crescimento antecipado de 0,5%, os preços na maior economia europeia avançaram apenas 0,3% em Agosto, menos 0,1 pontos percentuais do que o avanço de 0,4% verificado em Julho.
Inflação na Alemanha abrandou de forma inesperada em Agosto
David Santiago 30 de agosto de 2016 às 14:33

A taxa de inflação da Alemanha abrandou em Agosto, o que poderá ser um factor favorável ao reforço das políticas de estímulo económico por parte do Banco Central Europeu (BCE).

 

De acordo com o instituto oficial de estatísticas da Alemanha, os preços na maior economia da União Europeia (UE) cresceram 0,3% em Agosto, evolução que representa uma quebra inesperada face ao avanço de 0,4% obtido em Julho.

 

Trata-se também de uma evolução que ficou aquém das expectativas dos analistas, que antecipavam um crescimento de 0,5%. Os dados conhecidos esta terça-feira, 30 de Agosto, deverão influenciar o encontro do BCE agendado já para a próxima semana.

 

O presidente do BCE sinalizou recentemente a disponibilidade da autoridade monetária europeia para incrementar o programa de compra de activos (quantitative-easing) iniciado pelo banco central como resposta aos sinais de abrandamento económico e à ameaça de deflação.

 

Agora, perante a possibilidade de também a inflação na Alemanha se aproximar perigosamente dos 0%, Mario Draghi deverá ser obrigado a reforçar as políticas monetárias de incentivo ao crescimento das economias da Zona Euro.

 

Nesta altura, segundo refere a agência Bloomberg, os analistas consultados pelo BCE reduziram as suas perspectivas para o crescimento e a inflação durante os próximos dois anos.

 

O BCE anuncia no próximo dia 8 de Setembro as suas próprias previsões, o mesmo dia em que a instituição liderada por Draghi vai também anunciar as políticas a adoptar para fazer face aos riscos de deflação e abrandamento económico. A inflação na Zona Euro continua muito distante da meta em torno de 2% definida pelo BCE.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI