Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investimento das empresas privadas cresce 6,3% em 2016

O investimento público afundou em 2016, mas as empresas privadas investiram mais nesse ano do que em 2015. Os gastos para este fim aumentaram 6,3%.

Samrang Pring/Reuters
Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 24 de Março de 2017 às 14:27

Os números do Instituto Nacional de Estatística (INE) mostram que a formação bruta de capital fixo – investimento – das sociedades não financeiras avançou 6,3% em 2016, em comparação com 2015. Um ritmo de crescimento mais acelerado do que no ano passado, quando o investimento das empresas privadas cresceu 1,7%.

 

Recorde-se que, entre 2009 e 2013, o investimento das empresas privadas caiu em todos os anos, chegando a registar contracções de dois dígitos (por exemplo -13% em 2012). Em 2014, observou-se finalmente uma recuperação, com o investimento a aumentar 10,3%, seguindo-se os 1,7% em 2015 e os agora anunciados 6,3% em 2016.

Analisando a relação entre o investimento das empresas e a actividade económica – medidas pela valor acrescentado bruto – há também uma recuperação desse rácio, de 20,3% para 20,9%. Cerca de quatro em cada dez euros investidos pelas empresas têm como destino a construção. A segunda rubrica mais relevante são as máquinas e equipamentos.

 

Assim, olhando para o investimento total feito na economia portuguesa, verifica-se que existem dois caminhos diferentes: o investimento das empresas privadas recupera, enquanto o investimento público contraiu significativamente, atingindo o valor mais baixo em mais de 20 anos.

 

Na totalidade da economia, o INE conclui agora que houve uma recuperação muito ligeira do investimento, com uma variação de 0,1%, depois de dois anos de crescimento mais robusto.

Ver comentários
Saber mais investimento economia crescimento pib formação bruta de capital fixo construção INE
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio