Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan e Citigroup cortam projecções de crescimento dos EUA

Os bancos de investimento estão mais pessimistas em relação ao ritmo de recuperação económica nos Estado Unidos. A maior economia do mundo deverá crescer 1% no quarto trimestre e 0,5% no primeiro trimestre de 2012, diz o JP Morgan.

Edgar Caetano edgarcaetano@negocios.pt 19 de Agosto de 2011 às 11:15
"Há algumas semanas fizemos algumas revisões em baixa das projecções de crescimento, tentando antecipar-nos à trajectória de enfraquecimento da economia. Mas entretanto voltámos a ser ultrapassados" pelos sinais de desaceleração.

O JP Morgan passou então a prever que a maior economia do mundo deverá crescer 1% no quarto trimestre (previa 2,5%) e 0,5% no primeiro trimestre de 2012 (contra os anteriores 1,5%).

"A confiança do consumidor afundou e o rendimento das famílias deteriorou-se", assinala o banco de investimento, acrescentando que "os indicadores de investimento de capital desceram e o mercado imobiliário não está a dar sinais claros de recuperação".

Além disso, "as pequenas empresas, as retalhistas, as construtoras e as indústrias denunciam um ambiente empresarial mais fraco", numa altura em que "o crescimento global tem decepcionado".

Já o Citigroup reviu em baixa as estimativas anuais de crescimento. Em 2011, o PIB dos EUA deverá crescer 1,6% (contra os 1,7% anteriormente previstos) e em 2012 a economia deverá expandir-se em 2,1%, muito abaixo dos 2,7% que o Citi estimava.

"O posicionamento da economia e o ritmo da recuperação não apontam para uma nova recessão cíclica, mas sim uma incapacidade de instaurar uma recuperação total", escreve o banco de investimento.
Ver comentários
Saber mais EUA PIB JP Morgan Citigroup
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio