Conjuntura PIB da Zona Euro desacelera com Alemanha a contrair

PIB da Zona Euro desacelera com Alemanha a contrair

O Eurostat confirma que a economia europeia desacelerou no segundo trimestre, período em que a economia alemã contraiu.
PIB da Zona Euro desacelera com Alemanha a contrair
Reuters
Tiago Varzim 14 de agosto de 2019 às 10:01
A economia europeia cresceu menos no segundo trimestre do que no primeiro trimestre, confirmam os dados do Eurostat publicados esta quarta-feira, 14 de agosto. Nesse período, a Alemanha, a maior economia do euro, contraiu.

No segundo trimestre de 2019, o PIB da Zona Euro cresceu 0,2% em cadeia (do primeiro trimestre para o segundo trimestre) e 1,1% em termos homólogos (em comparação com o segundo trimestre de 2018). No primeiro trimestre de 2019, o PIB tinha crescido 0,4%, em cadeia, e 1,2%, em termos homólogos.

No conjunto da União Europeia, no segundo trimestre, o crescimento foi de 0,2%, em cadeia, e de 1,2%, em termos homólogos, o que também representa uma desaceleração face aos 0,5% e 1,6%, respetivamente, do primeiro trimestre.

O principal destaque negativo vai para a Alemanha. A maior economia da Zona Euro e da União Europeia contraiu 0,1%, em cadeia, no segundo trimestre, repetindo a contração registada no terceiro trimestre de 2018. Esta tinha sido a primeira vez que a economia alemã volta a contrair desde 2015, ano marcado pela travagem económica na Europa. 

"O setor industrial levou a economia para a contração no segundo trimestre e o risco é que haja mais travagem na segunda parte do ano. Se há alguma boa notícia a retirar destes dados é que os serviços deverão ter continuado a expandir, indicando que persiste a resiliência [desse setor]", escreve Jamie Rush, economista da Bloomberg, em reação aos dados.

Outra das maiores economias do euro, Itália, estagnou no segundo trimestre, após ter crescido 0,1% no primeiro trimestre, em cadeia. Contudo, isto até são boas notícias para a economia italiana onde existia o risco de contração, tal como aconteceu na segunda metade de 2018. 

Em França, a economia também desacelerou de um crescimento de 0,3% no primeiro trimestre para 0,2% no segundo trimestre. E em Espanha a economia travou de 0,7% para 0,5%, nos mesmos períodos. 

Fora da Zona Euro, há mais dois países que contraíram neste trimestre, em cadeia, tal como a Alemanha. Foi o caso do Reino Unido onde a economia contraiu 0,2% e da Suécia onde o PIB recuou 0,1%. 

(Notícia atualizada às 10h10 com mais informação)



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI