Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Poder de compra dos portugueses está 25% abaixo da média europeia

O PIB per capita, ajustado às paridades de poder de compra, caiu em 2012 pelo segundo ano consecutivo. Está agora 25% aquém da média comunitária e é o segundo mais baixo da Zona Euro, igualando o da Grécia e da Eslováquia. É o valor mais baixo desde, pelo menos, 2001.

27 - Portugal
Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 19 de Junho de 2013 às 10:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 68
  • ...

O PIB per capita dos portugueses, ajustado às paridades de poder de compra (PPS), caiu de 78% para 75% da média comunitária (UE-27) entre 2011 e 2012, passando a ser o segundo mais baixo da Zona Euro, igualando o da Grécia (onde o indicador caiu ainda mais) e o da Eslováquia (onde subiu).

 

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 19 de Junho, pelo Eurostat, trata-se do valor mais baixo desde pelo menos 2001, ano em que esta medida do poder de compra equivalia a 80% da média europeia. O anterior mínimo datava de 2004: nesse ano, o poder de compra dos portugueses estava em 77%, ou seja ficava 23% aquém da média dos então 25 parceiros da União Europeia.

 

A amplitude das divergências entre os países europeus continua, por seu turno, a ser "notável", variando o PIB per capita entre um mínimo de 47% na Bulgária e um máximo de 271% no Luxemburgo. Quer isso dizer que os luxemburgueses têm um poder de compra mais de duas vezes e meia superior ao da média da UE e seis vezes superior ao dos búlgaros. O facto de serem muitos os estrangeiros a trabalhar no Grão-Ducado, contribuindo para o PIB  sem serem incluidos na  população residente, explica parte deste fenómeno, assinala o Eurostat.

 

Entre os países com maior poder de compra estão Áustria (131%), Irlanda (129%), Holanda e Suécia (ambos com 128%). Em média, os países do euro têm um poder de compra 8% superior ao da UE-27. No fim da tabela, estão Bulgária, Roménia (49%), Lituânia (62%) e Hungria e Polónia (ambos com 66%).
 
  

(notícia actualizada às 11h40)

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias