Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal com quinto maior défice comercial da União Europeia

A Alemanha apresentou o maior excedente comercial da Europa a 28 nos primeiros cinco meses do ano. O Reino Unido ocupa a posição contrária. Portugal está entre os que têm uma posição mais desequilibrada no comércio.

Pedro Elias
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 18 de Agosto de 2014 às 10:57
  • Partilhar artigo
  • 30
  • ...

Portugal teve, nos primeiros cinco meses do ano, o quinto maior défice comercial de bens da União Europeia. Entre Janeiro e Maio, o país teve de comprar mais bens ao estrangeiro e não conseguiu vender tantos bens como havia conseguido um ano antes.

 

O défice comercial português, que representa a diferença entre as exportações e as importações, cifrou-se em 4,1 mil milhões de euros até Maio, o que representa um agravamento face aos 3,4 mil milhões obtidos no mesmo período de 2013.

 

O maior desequilíbrio na troca de bens com o exterior deveu-se a uma quebra de 1% das exportações (para 19,9 mil milhões de euros) e a uma subida de 2% das importações (para 23,7 milhões de euros) no período em análise.

 

Com um défice comercial de maior dimensão que o português só mesmo quatro países da União Europeia, analisando os dados divulgados esta segunda-feira, 18 de Agosto, pelo gabinete de estatísticas europeu. O Reino Unido apresenta a situação mais deficitária, de 48,1 mil milhões de euros, seguido da França (30,4 mil milhões), Espanha (10,1 mil milhões) e Grécia (8,8 mil milhões de euros).

 

Em sentido inverso encontra-se a Alemanha, com muito mais exportações que importações. O saldo comercial é positivo, com um excedente de 84 mil milhões de euros entre Janeiro e Maio. Países Baixos (25,2 mil milhões) e Irlanda e Itália (14,1 mil milhões de euros) compõem o leque de países com os maiores excedentes nas transacções comerciais.

 

O Eurostat só agrupa os dados até Maio. São já conhecidos, através do INE, os números relativos a Junho e, conforme já escreveu o Negócios, o défice comercial registou o maior agravamento desde 2008 nos primeiros seis meses do ano.

Ver comentários
Saber mais Portugal União Europeia Alemanha comércio externo
Outras Notícias