Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal continua com o quarto maior défice comercial da Zona Euro  

Para o agravamento do défice contribuiu a forte subida das importações nos primeiros cinco meses do ano, que não foi compensada com a subida das exportações.

Pedro Elias/Negócios
Negócios 14 de Julho de 2017 às 11:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Com as importações de bens a crescerem acima das exportações, Portugal agravou o défice comercial nos primeiros cinco meses deste ano. Totalizou 5,4 mil milhões de euros, o que representa um agravamento face aos 4,1 mil milhões de euros no mesmo período do ano passado.

 

Apesar da dimensão mais reduzida da economia, Portugal continua assim a registar o quarto défice comercial mais elevado entre todos os países da Zona Euro. Segundo o Eurostat, França regista o mais elevado (36,9 mil milhões de euros), seguindo-se a Grécia (10,1 mil milhões de euros) e a Espanha (9,9 mil milhões de euros).

 

Tal como Portugal, estes três países também agravaram o défice comercial quando comparado com o mesmo período do ano passado.

 

O défice comercial português é dividido num desequilíbrio de 4,1 mil milhões de euros no comércio com países da União Europeia e de mil milhões de euros com países fora da região.

 

Para o agravamento do défice contribuiu a forte subida das importações (16% para 28,4 mil milhões de euros) nos primeiros cinco meses do ano, que não foi compensada com a subida das exportações (13% para 23 mil milhões de euros).    

 

O excedente da balança comercial externa de bens na zona euro recuou, em Maio, para os 21,4 mil milhões de euros, face aos 23,4 mil milhões homólogos.

 

Em Maio, as exportações de bens da zona euro para o resto do mundo aumentaram 12,9% para os 189,6 mil milhões de euros, em termos homólogos (167,7 mil milhões em maio de 2016) e as importações chegaram aos 168,8 mil milhões, 16,4% acima dos 144,4 mil milhões do mês homólogo.

 

Ver comentários
Outras Notícias