Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Universidade de Carnegie Mellon elogia programa em Portugal

A Universidade de Carnegie Mellon vai suspender um programa de mestrado na Grécia, devido aos efeitos da recessão naquele país. Em contrapartida, Portugal, Qatar e Índia são destacados como os bons exemplos.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 25 de Agosto de 2010 às 11:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Carnegie Mellon, que tem variados programas de estudos superiores um pouco por todo o mundo, anunciou que a suspensão na Grécia se deve à recessão, refere a “Post-Gazette”.

O reitor da universidade, Jared Cohon, afirmou que a Carnegie Mellon vai continuar a “apertar o cinto”, mas salientou que a instituição privada de ensino e investigação pisa um sólido terreno financeiro apesar da contracção económica global.

Na Austrália, o programa aí implantado também não está a correr como previam, pois inscreveram-se menos estudantes do que o esperado. No entanto, os programas que a universidade tem em Portugal, no Qatar e na Índia estão entre os que se estão a “sair bem”, refere a mesma publicação na sua edição “online”. Também o programa administrado em Silicon Valley está a ter sucesso.

O Programa Carnegie Mellon - Portugal foca-se em tecnologias da Internet do Futuro, nomeadamente em Redes de Nova Geração (RNG) para serviços confiáveis de alta qualidade, sistemas ciber-físicos para inteligência ambiente, computação centrada em humanos, análise e políticas públicas de mudança tecnológica em TIC.

Este programa foi lançado em 27 de Outubro de 2006 em Aveiro, com ênfase em Tecnologias de Informação e Comunicação, tem por base o desenvolvimento conjunto, entre a universidade Carnegie Mellon (CMU) e Portugal, de um instituto internacional de natureza virtual, designado por Information and Communication Technologies Institute (ICTI) que funcionará com dois pólos: ICTI@Portugal e ICTI@CMU.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias