Conjuntura Vendas a retalho afundaram 21,6% em abril

Vendas a retalho afundaram 21,6% em abril

A pandemia provocou uma queda acentuada em abril, mês em que muitos estabelecimentos comerciais estiveram encerrados.
Vendas a retalho afundaram 21,6% em abril
Negócios 29 de maio de 2020 às 12:01

As vendas a retalho registaram uma acentuada queda em abril, tal como já se previa, dado que muitas lojas estiveram encerradas devido à pandemia da covid-19.

 

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, o índice de volume de negócios no comércio a retalho registou uma quebra de 21,6% em abril, depois de em março (primeiro mês da pandemia) já ter recuado 5,6%.

 

Como os supermercados estiveram abertos, foi na venda de produtos não alimentares que se registou a queda mais forte: 34,3%. As vendas de produtos alimentares baixaram 5%, depois de terem disparado 9% em março, mês em que muitos portugueses esvaziaram as prateleiras dos supermercados com receio de escassez de bens.

 

Na variação de abril face a março a queda nas vendas a retalho foi de 17,5%.

 

Com dois meses de fortes quedas, a variação média dos 12 meses anteriores a abril é agora de 1,4%, permanecendo ainda em terreno positivo. Até fevereiro as vendas a retalho estavam a subir 4,7%.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI