Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vendas no comércio acentuaram queda em Fevereiro

O volume de negócios do comércio a retalho voltou a registar um agravamento da deterioração homóloga em Fevereiro, depois de ter atenuado a quebra no primeiro mês do ano. Redução média nos últimos 12 meses foi a mais baixa do último ano.

Lojas eliminam 14 mil terminais para pagamentos com cartões
Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 28 de Março de 2013 às 12:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A contracção do  Índice do Volume de Negócios no Comércio a Retalho acentuou-se dos 4,2% de Janeiro para 5,1% em Fevereiro, segundo os dados divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados esta manhã.

 

O agrupamento de produtos não alimentares foi o que mais contribuiu para a deterioração do índice ao recuar 9,8% durante o segundo mês do ano. Face a Janeiro, a deterioração foi superior em 2,7 pontos percentuais e mais do que compensou uma melhoria do agrupamento de Produtos alimentares, que declinou 0,1% após ter recuado 1,3% no mês anterior.

 

A Variação de Negócios no Comércio a Retalho registou uma variação média dos últimos 12 meses de 6,2%, em Fevereiro, que foi a mais baixa do último ano, segundo os dados disponíveis no comunicado do INE.

 

Número de horas trabalhadas e remunerações mantêm quebra

 

A evolução do emprego, número de horas trabalhadas e das remunerações no Comércio a Retalho apresentou uma deterioração menor do que a do volume de negócios, em Fevereiro.

 

O índice de emprego recuou 5,6% em Fevereiro, repetindo a quebra de Janeiro, e o das remunerações deteriorou-se 7,8% conseguindo atenuar a quebra de 8,1% registada em Fevereiro. O volume de horas trabalhadas registou uma variação igual à Janeiro ao cair 6,3% em termos homólogos.

 

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias