Conjuntura Vistas curtas não deixam a economia ir mais longe
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Vistas curtas não deixam a economia ir mais longe

Demasiado focada no hoje e pouco no amanhã. É assim que os professores e alunos de economia descrevem a mentalidade portuguesa que impede o avanço da economia. Falta o motor das mudanças estruturais que são capazes de tornar o país mais competitivo e, a partir daí, acelerar o crescimento.
Vistas curtas não deixam a economia ir mais longe

O que falta a Portugal para ser mais competitivo? A resposta, dada por professores e alunos de economia, centra-se numa ideia base: o país tem vistas curtas, colocando frequentemente a estratégia de longo prazo em segundo plano.

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI