Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volume de negócios nos serviços tem em agosto menor quebra desde março

No que toca às remunerações, em agosto também se assistiu à menor quebra desde março, mês em que a variação foi positiva em 1,9%.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 12 de Outubro de 2020 às 11:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O volume de negócios dos serviços recuou 14,1% em agosto, o deslize mais contido desde o mês de março, no qual a pandemia assolou o país e o mundo.

Os dados são divulgados esta segunda-feira, 12 de outubro, pelo Instituto Nacional de Estatística. O recuo homólogo de 14,1% representa uma melhoria face aos 15,7% do mês anterior, e constitui menos de metade da quebra de 37,3% que marcou o pior mês do ano até ao momento, que foi o mês de abril.

O Alojamento, restauração e similares apresentou a maior recuperação, de 8 pontos percentuais (p.p.). em agosto. Contudo, a taxa de variação fixou-se em -43,5%, da qual resultou o contributo mais negativo para o resultado agregado (-4,2 p.p.). Refira-se que o Alojamento recuperou 15,4 p.p., registando, contudo, uma variação homóloga de -61,9%. Já a Restauração e similares contraiu 37,0% no período em análise (-42,0% em julho).

Os Transportes e armazenagem, com um contributo de -4,0 p.p., foi a segunda secção que mais influenciou o resultado agregado. Este contributo foi originado por uma variação de -29,1%, (-34,8% em julho). Apesar da melhoria de 10,0 p.p., o desempenho dos Transportes aéreos continuou a ter o impacto mais negativo deste agregado, com uma variação homóloga de -68,8% em agosto.

Já os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas ajustado de efeitos de calendário, apresentaram variações homólogas de -8,4%, -6,2% e -10,8%, respetivamente (-8,9%, -7,3% e -14,5% em julho, pela mesma ordem). No que toca às remunerações, esta também foi a menor quebra desde março, quando a variação foi positiva em 1,9%.

Ver comentários
Saber mais Transportes Alojamento economia negócios e finanças política trabalho economia (geral) macroeconomia turismo conjuntura autoridades locais
Mais lidas
Outras Notícias