Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Casos de covid-19 aumentam pelo quinto dia para 350. Morreram mais 14 pessoas

Em 24 horas o número de óbitos em Portugal devido à pandemia da covid-19 aumentou de 1.369 para 1.383.Na região de Lisboa e Vale do Tejo registaram-se 323 novos casos, o que representa 92% do total de casos no país.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Maio de 2020 às 13:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 1.383, o que traduz uma subida de 14 óbitos face a ontem, quando estavam contabilizados 1.369, anunciou a Direção Geral de Saúde (DGS) esta sexta-feira, 29 de maio.


O número de infetados (casos confirmados) aumentou 1,11% para 31.946, o que representa 350 novos casos em 24 horas. Ontem tinham sido anunciado um aumento de 0,97% para 31.596.

O número de novos óbitos aumentou ligeiramente (14 contra 13 ontem), sendo que a taxa de crescimento ficou estável (1%). 

 

Verifica-se uma nova subida na taxa de crescimento do número de infetados (1,11% contra 0,97% ontem). Em termos absolutos o número de novos casos também subiu (350 contra 304 ontem). 

 

Foi já o quinto dia consecutivo de aumento de casos, sendo que o registado em 24 horas é o mais elevado desde 8 de maio. Desde essa data até ontem o número de casos novos por dia tinha ficado sempre abaixo de 300.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo registaram-se 323 novos casos (contra 265 ontem), o que representa 92% do total de casos no país.

 

No dia em que o Conselho de Ministros está reunido para decidir novas medidas de desconfinamento, este aumento na região de Lisboa poderá levar o governo a adotar medidas diferenciadas no país, atrasando o alívio na região da Grande Lisboa.

 

Lisboa e Vale do Tejo passou de 131 novos casos a 24 de maio para valores sempre acima de 200 desde a passada terça-feira, representando sempre a grande parte dos novos infetados no país.

 

Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade é de 4,33%, estável pelo quarto dia.

 

Casos ativos voltam a subir


No que diz respeito aos doentes recuperados, existem agora  18.911 casos, mais 274 do que o reportado ontem (18.637). 

O número de casos ativos é agora de 11.652, o que representa um ligeiro aumento face a ontem, uma vez que o aumento dos novos casos confirmados foi superior ao de recuperados mais óbitos. Trata-se do terceiro dia de aumento nos casos ativos

 

Segundo o boletim diário da DGS, há 769 mortos no Norte (mais de metade do total), 346 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 237 no centro e 15 no Algarve. Os Açores registam 15 óbitos, o Alentejo tem 1 óbito e a Madeira continua sem vítimas mortais a lamentar.

O número de casos suspeitos aumentou para 321.290, 1.568 pessoas aguardam resultados de testes laboratoriais e o número de pessoas em vigilância pelas autoridades é agora de 27.917.





Doentes nos hospitais com maior aumento desde 7 de maio

 

Os dados indicam que dos mais quase 32 mil casos confirmados, 529 estão internados em hospitais, o que corresponde a um aumento de 3% face a ontem (512).

 

Em 24 horas entraram nos hospitais mais 17 doentes, o que representa a maior subida desde 7 de maio. O número total está ainda assim abaixo do registado a 25 de maio.

 

No que diz respeito aos doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), verificou-se um aumento de um doente para 66 (ontem tinham descido para 65). 

 

O número de pessoas internadas nas UCI subiu pela primeira vez depois de 12 dias de descidas para mínimos desde 26 de março.


Ver comentários
Saber mais covid-19 coronavírus POrtugal DGS boletim diário
Outras Notícias