Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Covid-19: Reino Unido adia alivío de restrições até 15 de agosto

O governo britânico decidiu adiar a nova fase de levantamento de algumas restrições relacionadas com a pandemia da covid-19 até pelo menos 15 de agosto. A decisão foi motivada por um novo aumento no número de novos casos no país.

Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 31 de Julho de 2020 às 13:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O governo britânico decidiu adiar o levantamento de algumas restrições impostas devido à pandemia da covid-19, que estava previsto para este sábado, para, pelo menos, 15 de agosto, anunciou esta sexta-feira o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Londres previa autorizar a partir deste sábado a reabertura de casinos, a realização de atuações culturais em recintos fechados, casamentos com mais de 30 convidados, entre outros estabelecimentos e serviços.

No entanto, Boris Johnson indicou que "apesar dos progressos feitos no combate ao novo coronavírus no Reino Unido, o surgimento de novos surtos em várias partes do mundo, incluindo alguns países asiáticos, a América Latina e alguns países europeus", seria um risco prosseguir com o desconfinamento tal como estava previsto.

"Com estes números a aumentarem, a nossa avaliação é de que devemos carregar no pedal do travão para manter o vírus sob controlo", rematou.

O primeiro-ministro frisou também que a partir de 8 de agosto o uso de máscaras será obrigatório em todos os recintos fechados onde as pessoas estejam em contacto com outras que não pertençam ao seu agregado familiar, incluindo museus e locais de culto.

Ver comentários
Saber mais Reino Unido Covid-19 Boris Johnson restrições
Outras Notícias