Coronavírus Demissões de mulheres podem eliminar 1 bilião de dólares do PIB global

Demissões de mulheres podem eliminar 1 bilião de dólares do PIB global

Cerca de 1 bilião de dólares de crescimento global podem ser perdidos com a saída de mulheres da força de trabalho durante a pandemia de coronavírus, segundo a nova análise do Citigroup.
Demissões de mulheres podem eliminar 1 bilião de dólares do PIB global
Bloomberg 23 de maio de 2020 às 17:00

Dos 44 milhões de trabalhadores em setores vulneráveis, cerca de 31 milhões de mulheres enfrentam possíveis demissões em comparação com 13 milhões de homens, o que mostra que, globalmente, as mulheres são mais vulneráveis a perder o emprego durante a crise.

 

A avaliação exclui a China, e o número seria provavelmente maior se a segunda maior economia do mundo fosse incluída.

 

O Citi estima que mais de 220 milhões de mulheres estejam em setores vulneráveis a cortes de empregos no contexto da pandemia. Se aproximadamente 31 milhões de mulheres em seis setores-chave forem demitidas, isso pode significar uma perda equivalente a um bilião de dólares para o PIB global real.

 

"A maior vulnerabilidade das mulheres à perda de empregos deve-se à segmentação das trabalhadoras em setores que são os mais afetados negativamente pelos problemas do coronavírus", disseram Dana Peterson e Catherine Mann, economistas do Citi, no relatório.

 

"Muitas das políticas que promoveram a participação da força de trabalho feminina antes do coronavírus são ainda mais adequadas num mundo pós-pandemia", escreveram as economistas do Citi.




Marketing Automation certified by E-GOI