Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo aceita perdoar empréstimos para rendas concedidos pelo IHRU

As famílias mais carenciadas e com dificuldades em recuperar das quebras de rendimento sofridas durante a pandemia poderão ver perdoados os empréstimos contraídos junto do Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana.

Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 08 de Junho de 2020 às 12:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As famílias "mais vulneráveis" que, na sequência das quebras acentuadas de rendimentos, tenham recorrido aos empréstimos concedidos pelo Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) para suportar o pagamento das rendas de casa poderão ver estes empréstimos perdoados. A medida consta da resolução do Conselho de Ministros que aprovou o Programa de Estabilização Económica e Social, publicada este sábado no Diário da República.

 

Segundo o diploma "a situação das famílias mais vulneráveis" deve ser acautelada, "prevendo-se que nestes casos o empréstimo possa ser convertido em subsídio não reembolsável". Desta forma, "o apoio adicional a estas famílias irá garantir que estas podem permanecer na sua habitação, evitando novas situações de precariedade habitacional", justifica o executivo.

 

O apoio financeiro do IHRU será disponibilizado até setembro e só terá se começar a ser pago pelos inquilinos seis meses depois do período de financiamento. No entando, entende o Governo, "há ainda que considerar a possibilidade de parte das famílias apoiadas serem de baixos recursos e não conseguirem recuperar um nível de rendimentos e uma estabilidade financeira que lhes permita arcar com os encargos decorrentes dos seus compromissos com a habitação".

 

Esta medida terá ainda se ser alvo de regulamentação, nomeadamente no que toca aos requisitos necessários para que um inquilino possa ser abrangido por ela.

Ver comentários
Saber mais Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana IHRU Conselho de Ministros Diário da República Governo política
Outras Notícias