Coronavírus Gulbenkian tem 100 mil euros para iniciativas digitais pró-saúde pública

Gulbenkian tem 100 mil euros para iniciativas digitais pró-saúde pública

As soluções vão poder ser apresentadas por entidades públicas e privadas, com ou sem fins lucrativos, sediadas em Portugal.
Gulbenkian tem 100 mil euros para iniciativas digitais pró-saúde pública
Sofia Costa/Record
Ana Batalha Oliveira 26 de março de 2020 às 13:14

A Fundação Calouste Gulbenkian criou um fundo de emergência em resposta ao surto de coronavírus, no qual se enquadram várias iniciativas. Uma delas é o financiamento de até 10 iniciativas digitais que promovam a saúde pública e a mitigação da pandemia, uma causa para a qual a fundação destina 100 mil euros.

A seleção dos projetos vai ser feita na forma de concurso, e vai olhar para aqueles que se enquadrem em cinco das seguintes categorias: que disseminem mensagens de saúde pública e informação fidedigna associada à pandemia; promovam cuidados de saúde remotos; promovam uma boa gestão da sintomatologia e da própria doença; mobilizem recursos e redes de apoio; que satisfaçam outras necessidades – identificadas mas ainda não satisfeitas – resultantes da pandemia.

As soluções vão poder ser apresentadas por entidades públicas e privadas, com ou sem fins lucrativos, sediadas em Portugal, gratuitas, de acesso universal e de implementação imediata.

As candidaturas estão abertas até ao dia 2 de abril.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI