Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal com mais 81 mortes e 2.905 casos de covid-19. Internamentos com segunda maior descida de sempre

Portugal registou 81 vítimas mortais da covid-19 nas últimas 24 horas e somou 2.905 novos contágios pelo coronavírus. Número de internados com segunda maior descida diária desde o início da pandemia e casos ativos em mínimo de um mês.

Nuno André Ferreira
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 08 de Dezembro de 2020 às 14:12
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...
O número de pessoas infetadas pela covid-19 em Portugal aumentou em 2.905 para um total de 327.976, de acordo com os dados revelados esta terça-feira, 8 de dezembro, pela Direção Geral da Saúde (DGS). 

Quanto às mortes relacionadas com o novo coronavírus, aumentaram em 81 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos desde o início da pandemia para 5.122. 

O número de novos óbitos aumentou face a ontem (78) e a média de sete dias está acima de 70 desde 16 de novembro.

Já o número de casos subiu face à véspera (2.597). A média diária de novos casos dos últimos sete dias aumentou para 3.931.

Nos últimos 14 dias, Portugal acumulou 575,5 novos casos por 100 mil habitantes. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus e critério determinado pelo Governo para considerar os concelhos em risco, ainda mais do que duplica o limite definido de 240 casos por 100 mil habitantes mas tem vindo a baixar nos últimos 13 dias. 

Pela positiva, o número de doentes recuperados cifrou-se em 6.585 nas últimas 24 horas, aumentando o total de recuperados para 252.428.

Assim, os casos ativos, que são calculados subtraindo ao total de casos confirmados os doentes recuperados e os óbitos, baixaram em 3.761, para 70.426 infeções ativas, mínimo desde 6 de novembro. Este número corresponde a 21,5% do total de casos acumulados, sendo a percentagem mais baixa de sempre

Internamentos com segunda maior descida de sempre

O número de internados devido à covid-19 baixou em 104, a segunda maior descida de sempre, para um total de 3.263 pacientes, aliviando do máximo absoluto da véspera (3.367).

Já no que respeita aos casos mais graves, de internamentos em unidades de cuidados intensivos, há menos 14 pacientes internados, a maior redução desde 1 de maio, o que baixa o total para 499, um mínimo de 23 de novembro e o primeiro dia desde essa data em que os doentes graves ficam abaixo dos 500.


Norte com mais de metade dos novos casos e óbitos

A maioria dos novos casos reportados localizam-se na região Norte, que soma mais 1.584 novos casos, 55% dos contágios no país nas últimas 24 horas, que elevam o total da região para 172.536. Ontem, o número de casos no Norte foi o mais baixo desde 20 de outubro.

Já Lisboa e Vale do Tejo (LVT) conta agora com 106.896 casos, mais 758 do que ontem, o que significa que foi responsável por 26% das novas infeções.

Dos restantes novos casos, 418 foram no Centro, 40 no Alentejo, 75 no Algarve, 15 nos Açores e 15 na Madeira. 

Quanto aos óbitos, a maioria foi no Norte, com 44. Seguem-se Lisboa e Vale do Tejo, com 22, o Centro com 13, o Alentejo com 1 e os Açores com 1. No Algarve e na Madeira não foram registadas vítimas mortais.

Em termos acumulados, o Norte totaliza 2.475 mortes, Lisboa e Vale do Tejo soma 1.773, o Centro contabiliza 670, o Alentejo 128, o Algarve 55, os Açores 19 e a Madeira 2.




Ver comentários
Saber mais DGS Portugal mortos coronavírus covid-19 recuperados internamentos ativos
Outras Notícias