Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal soma 463 novos casos e mais cinco mortes por covid-19. Internamentos em máximo de quatro meses

A Direção-Geral de Saúde registou 463 novos casos de infeção pelo coronavírus nas últimas 24 horas. Há ainda mais cinco óbitos a lamentar. O número de doentes internados atingiu o valor mais elevado desde 23 de maio e os pacientes graves encontram-se em máximos de dois meses.

EPA
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 22 de Setembro de 2020 às 14:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
O número de infetados (casos confirmados) em Portugal aumentou para 69.663, o que representa 463 novos casos em 24 horas, anunciou a Direção Geral de Saúde (DGS) esta terça-feira, 22 de setembro. Ontem tinham sido reportados 623 novos casos para um total acumulado de 69.200 desde o início da pandemia.

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 1.925, mais cinco óbitos face a ontem. Os casos ativos subiram pelo 38.º dia consecutivo.

A média diária dos últimos sete dias em termos de novos casos é de 663,1, uma ligeira subida face aos 657,7 da véspera. Nos últimos 14 dias Portugal acumulou 85,16 novos casos por 100 mil habitantes. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus, agravou-se pelo 30.º dia.

Norte com apenas menos sete novos casos do que Lisboa e Vale do Tejo

Na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) registaram-se 198 novos casos (439 ontem), o que representa 43% do total de novos casos no país. Já no Norte o número de novos casos ascendeu a 191 (113 na véspera), apenas menos sete do que LVT. 


Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade baixou para 2,76%, o que corresponde ao valor mais baixo desde 6 de abril e compara com o pico de 4,37% registado no início de junho.

No que diz respeito aos doentes recuperados, existem agora 45.974 casos, mais 238 do que o reportado ontem (45.736).  

O número de casos ativos aumentou pelo 38.º dia, para 21.764, uma subida de 220, o que representa 31,24% do total de casos confirmados e é o número mais alto desde 21 de maio



Doentes internados em máximos de quatro meses

Os dados da Direção-Geral de Saúde (DGS) indicam que dos mais de 69 mil casos confirmados, 546 estão internados em hospitais, mais 28 do que na véspera (518), o que representa o número mais elevado desde 23 de maio.

No que diz respeito aos doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), registam-se 70 pacientes, mais nove do que na véspera, o que constitui a maior subida diária desde 9 de junho. Os 70 internados nas UCI são o número mais alto desde 16 de julho.


Das cinco vítimas mortais, três foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo e as outras duas no Norte.

Segundo o boletim diário da DGS, há 877 mortos no Norte, 734 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 257 no Centro e 23 no Alentejo. O Algarve tem 19 falecidos, os Açores registam 15 óbitos e a Madeira continua sem vítimas mortais a lamentar.

Ver comentários
Saber mais Direção Geral de Saúde DGS Portugal covid casos recuperados internados mortes boletim casos ativos
Outras Notícias