Coronavírus Portugal supera 30 mil casos confirmados de covid-19. Mais 12 mortes em 24 horas

Portugal supera 30 mil casos confirmados de covid-19. Mais 12 mortes em 24 horas

Nas últimas 24 horas o número de óbitos em Portugal devido à pandemia da covid-19 aumentou de 1.277 para 1.289. O número de casos confirmados superou a fasquia dos 30 mil. Há mais 1.138 casos recuperados.
Pedro Curvelo 22 de maio de 2020 às 13:19

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 1.289, o que traduz uma subida de 12 óbitos face a ontem, quando estavam contabilizados 1.277, anunciou a Direção Geral de Saúde (DGS) esta sexta-feira, 22 de maio.


O número de infetados (casos confirmados) aumentou 0,96% para 30.200, o que representa 288 novos casos em 24 horas. Ontem tinha sido anunciado um aumento de 0,85% para 29.912.

Portugal tornou-se o 28.º país a superar a barreira dos 30 mil casos confirmados.

Nas últimas 24 horas o número de novos óbitos é inferior ao da véspera (14), sendo que a taxa de crescimento baixou de 1,1% para 0,9%.

Verifica-se um ligeiro aumento na taxa de crescimento do número de infetados (0,96% contra 0,85% ontem). Em termos absolutos também se regista um incremento (288 contra 252 ontem). 

 

Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade é de 4,27%, mantendo-se no recorde atingido ontem.

 

O boletim da DGS dá conta que existem agora 7.590 doentes recuperados, mais 1.138 do que ontem. O que coloca o número de casos ativos em 21.321, o que representa 70,6% do total de casos confirmados, o valor mais baixo desde o início da pandemia.


Segundo o boletim diário da DGS, há 725 mortos no Norte (mais de metade do total), 300 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 233 no centro e 15 no Algarve. Os Açores registam 15 óbitos, o Alentejo tem 1 óbito e a Madeira continua sem vítimas mortais a lamentar.

Nas últimas 24 horas oito dos óbitos foram registados em Lisboa e Vale do Tejo, quatro foram no Norte e dois no Centro. Todas as vítimas mortais reportadas neste período tinham mais de 80 anos.

Entre as vítimas mortais, 866 têm mais de 80 anos; 251 entre 70 e 79; 116 entre 60 e 69; 40 entre 50 e 59; 15 com idade entre 40 e 49 anos e 1 entre 20 e 29 anos. 659 são mulheres e 630 homens.



Doentes nos hospitais recuam para mínimo de março

 

No que diz respeito aos números relativos aos doentes internados, a evolução continua a ser positiva.

 

Os dados indicam que dos mais de 30 mil casos confirmados, 576 estão internados em hospitais, o que corresponde a uma descida de 5% face a ontem (608).

 

Em 24 horas saíram 32 doentes com covid-19 dos hospitais, sendo que o nível é o mais baixo desde 30 de março e compara com mais de 2 mil internados no pico de abril.

  

No que diz respeito aos doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), verificou-se uma descida de 9% para 84 (ontem tinham descido 1% para 92). 

 

Este é o nível é o mais baixo desde 27 de março e compara com mais de 200 casos no pico de abril.

  

Apenas 1,91% de todas as pessoas que foram infetadas estão internadas em hospitais e 0,28% nas unidades de cuidados intensivos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI