Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rock in Rio Lisboa cancelado. Chega em 2021 e volta em 2022

A organização decidiu não retomar a montagem da “cidade do rock”, devido à pandemia de covid-19, e cancelar o festival deste ano. Roberta Medina remarcou a edição 9 para 19,20, 26 e 27 de junho do próximo ano e garantiu que também haverá RIR na capital portuguesa em 2022.

A carregar o vídeo ...
Rui Neves ruineves@negocios.pt 03 de Abril de 2020 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Nove dias depois de o Negócios ter revelado que, alheia à pandemia de covid-19, a organização do Rock in Rio Lisboa continuava a descarregar material no Parque da Bela Vista, onde até já tinha iniciado os trabalhos de montagem do palco, Roberta Medina acaba de anunciar o cancelamento do festival que estava marcado para os últimos dois fins de semana de junho.

 

"Tomámos a decisão de alterar as datas da 9.ª edição do Rock in Rio Lisboa para os dias 19, 20, 26 e 27 de junho de 2021, com a certeza de que esta será uma edição ainda mais mágica e especial", revelou a vice-presidente do Rock in Rio (RIR), em comunicado.

Uma decisão tomada depois de, "ao longo destes últimos dias", a organização ter "estudado vários cenários". Mas havia um problema incontornável: "Das várias opções avaliadas, todas implicariam retomar as montagens da ‘Cidade do Rock’ num momento que acreditamos ainda não ser favorável (maio)", explicou Roberta Medina.

 

Entretanto, como a covid-19 trocou as voltas a um festival que é bianual, a organização decidiu que, excecionalmente, o RIR irá também regressar a Lisboa logo no ano seguinte.

 

"E em 2022 estaremos de volta para a 10.ª edição, não deixando sequer espaço para a saudade e retomando a festa ‘nos anos pares’", adiantou a empresária.

 

Entretanto, "os bilhetes já adquiridos manter-se-ão válidos para as novas datas, ficando os dias em aberto até confirmação do cartaz", disse, ressalvando que irá "aguardar pelo levantamento do estado de emergência para partilhar outras informações dirigidas aos portadores de bilhetes, assim como novidades relativas a cartaz".

Na edião mais recente, em 2018, o Rock in Rio Lisboa tinha registado 280 mil espectadores.

 

Do cartaz deste ano faziam parte artistas como The Black Eyed Peas, Duran Duran, Anitta, Foo Fighters, Post Malone e Camila Cabello.

 

Por causa dos perigos da propagação do coronavírus, Camila Cabello tinha já anunciado, a 25 de março, o adiamento da sua digressão mundial, a Romance Tour, que estava prevista arrancar a 26 de maio, em Oslo na Noruega, e que passaria por Lisboa a 20 de junho, naquela que seria o primeiro dia do Rock in Rio Lisboa.

 

"Não conseguimos iniciar os ensaios sem colocar as pessoas em risco, e com tanta incerteza no ar sem fim à vista, sinto que esta é a decisão responsável a tomar", explicou no Instagram a cantora e compositora cubano-americana, a voz por trás de sucessos como "Havana" e "Señorita", esta última em dueto com o seu atual namorado Shawn Mendes.

Ver comentários
Saber mais rock in rio festival roberta medina covid-19
Outras Notícias