Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UE avança para a compra antecipada de vacinas contra covid-19

O bloco europeu prepara-se para seguir o exemplo americano e utilizar um fundo de 2,4 mil milhões de euros para assegurar vacinas ainda em desenvolvimento e aumentar a capacidade de produção na Europa.

Reuters
António Larguesa alarguesa@negocios.pt 04 de Junho de 2020 às 11:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

A União Europeia vai utilizar um fundo de emergência de 2,4 mil milhões de euros para realizar a compra antecipada de vacinas em desenvolvimento contra o novo coronavírus, seguindo o exemplo americano, que já começou a negociar com empresas farmacêuticas.

 

O chamado Instrumento de Apoio a Emergências (ESI na sigla inglesa) vai ser utilizado também para aumentar a capacidade de produção na Europa, adianta a Reuters, respondendo à preocupação europeia de poder não ter doses suficientes para vacinar perto de 450 milhões de pessoas.

 

Temendo não ter acesso rápido à vacina, fontes comunitárias assinalam que é necessário assumir maiores riscos financeiros com esta medida, mesmo que signifique perder dinheiro, dado que muitas das vacinas que estão em estudo não vão chegar à etapa final de desenvolvimento.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, há 114 vacinas em fase de avaliação, sendo que dez estão já a ser testadas em seres humanos. A corrida pela obtenção de uma vacina capaz de travar a propagação do coronavírus acrescentou 205 mil milhões de dólares ao valor de mercado de todas as farmacêuticas a concurso, cotadas em bolsa, desde o início do ano.

A utilização deste fundo gerido pela Comissão Europeia foi discutida numa reunião com embaixadores, depois de Alemanha, França, Itália e Holanda terem admitido estar já a negociar com a indústria farmacêutica e a abordar também Reino Unido, Noruega, Singapura e Japão para cooperar neste esforço.

Em paralelo decorre a campanha de angariação de fundos promovida pela Comissão Europeia para financiar a investigação de tratamentos e de uma vacina para a covid-19. Já atingiu 9,5 mil milhões de euros, acima do objetivo inicial de 7,5 mil milhões de euros, contando com as promessas feitas por Marrocos, Nova Zelândia e o Banco Europeu de Investimento (BEI).

A pandemia do novo coronavírus já matou 382.016 pessoas e infetou mais de 6,4 milhões em 196 países e territórios em todo o mundo, segundo o mais recente balanço feito pela agência France Press.

Ver comentários
Saber mais União Europeia vacina coronavírus covid-19 EUA
Outras Notícias