Cultura A Europa pode estar a desinteressar-se pela cultura e Portugal está na liderança

A Europa pode estar a desinteressar-se pela cultura e Portugal está na liderança

O nível de envolvimento dos portugueses nas actividades culturais caiu em todas as vertentes analisadas pelo Eurobarómetro sobre Cultura. Seja ler um livro, assistir a um concerto ou ir ao cinema. Portugal está em todas elas abaixo da média europeia. Só 6% dos portugueses têm um elevado grau de envolvimento na cultura.
A Europa pode estar a desinteressar-se pela cultura e Portugal está na liderança
Reuters
Diogo Cavaleiro 04 de novembro de 2013 às 18:36

Os portugueses estão entre os cidadãos da Europa com menor envolvimento nas actividades culturais. Mais de metade dos cidadãos nacionais tem, aliás, uma reduzida participação na vida cultural.

 

O índice de prática cultural de Portugal, medido por um Eurobarómetro divulgado esta segunda-feira, 4 de Novembro, mostra que só 5% dos portugueses ouvidos admite ter um elevado nível de envolvimento em todos os tipos de práticas, desde leituras de livros até idas a concertos. Acima destes, há ainda 1% que admite ter uma “muito elevada” participação.

 

Este conjunto de 6% dos cidadãos com elevada participação na vida cultural é uma das mais baixas percentagens da União Europeia, a par do Chipre e apenas abaixo dos 5% reportados pela Grécia. A média comunitária é de 18%, sendo que do lado mais cultural encontra-se a Suécia (com 43%).

 

O Eurobarómetro divulgado esta segunda-feira, com base em entrevistas feitas em Maio (1.015 portugueses e 26.563 no total europeu), vem actualizar os anteriores dados, referentes a 2007. Portugal perde terreno em todas as práticas culturais face há seis anos, seja na leitura de um livro, na ida a um concerto ou na visita a um museu. Em todos eles, o nível de envolvimento nas práticas culturais dos portugueses é inferior à média europeia.


No que diz respeito à leitura de livros, por exemplo, 68% dos cidadãos europeus leram, pelo menos, um livro nos doze meses anteriores à sondagem. A percentagem portuguesa é de 40%.

 

Neste campo, Portugal está em destaque porque praticamente metade dos entrevistados (49%) admitiu que não leu por “falta de interesse”. É a percentagem mais elevada em todos os países da União Europeia.

 

Na Europa, também se verificou um recuo do envolvimento dos cidadãos nas actividades culturais. “Estará a Europa a tornar-se um continente menos cultural?”, questiona-se a Comissão Europeia num comunicado disponibilizado esta segunda-feira.

 

“Estou preocupada pelo facto de menos cidadãos europeus se envolverem em actividades culturais, seja como intervenientes, produtores ou consumidores”, comenta a comissária europeia para a Educação, Cultura, Multinguismo e Juventude no comunicado.

 

Androulla Vassiliou deixou, na sequência deste Eurobarómetro, um alerta para os países: “Esta sondagem mostra que os governos precisam de repensar a forma como apoiam a cultura para estimular a participação do público e o potencial da cultura como um motor para a criação de emprego e para o crescimento”.

 

 




Marketing Automation certified by E-GOI