Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mourinho defende encerramento de caso de evasão fiscal em Espanha

José Mourinho defendeu hoje em Pozuelo de Alarcón, nos arredores de Madrid, o encerramento do seu caso, durante uma audiência de cerca de dez minutos perante o juiz que está a investigar suspeitas de ter burlado o fisco espanhol.

Reuters
Lusa 03 de Novembro de 2017 às 10:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Já "paguei" o que tinha de pagar" e agora "acabou", assegurou à agência Lusa o actual treinador do Manchester United, à saída do tribunal que está a investigar as suspeitas de evasão fiscal de 3,3 milhões de euros em 2011 e 1012, quando treinava o Real Madrid.

 

Em 2013, "quando saí do Real Madrid fui informado de que a minha situação fiscal estava toda regularizada", explicou Mourinho, acrescentando que dois anos depois foi "informado" do contrário e que "para a regularizar, tinha de pagar uma determinada quantia".

 

"Foi o que fiz", insistiu o treinador português, garantindo que "o processo está fechado".

 

A queixa foi apresentada em Junho passado pelo Ministério Público espanhol, que calcula os montantes em falta em 3.304.670 euros, dos quais 1.611.537 relativos a 2011 e 1.693.133 referentes a 2012.

 

O técnico português, que agora treina os ingleses do Manchester United, apresentou as suas declarações fiscais de 2011 e 2012 em Espanha, mas sem incluir as receitas obtidas com a cedência dos direitos de imagem a empresas com sede em paraísos fiscais.

 

Em Julho de 2015, Mourinho reconheceu a falta da declaração de direitos de imagem e aceitou pagar uma coima de 1,14 milhões de euros, mas, para o fisco espanhol, o caso não ficou na altura totalmente resolvido.

 

Mourinho orientou o Real Madrid entre 2010 e 2013.

Ver comentários
Saber mais Mourinho Real Madrid Manchester United Ministério Público futebol
Mais lidas
Outras Notícias