Cultura 13 quadros de Picasso vendidos por 155 milhões de dólares

13 quadros de Picasso vendidos por 155 milhões de dólares

Foram 13 os quadros de Picasso vendidos em dois dias por 155 milhões de dólares (126,9 milhões de euros) à Gurr Johns, uma empresa internacional de aquisição e consultoria de arte, refere a Bloomberg.
13 quadros de Picasso vendidos por 155 milhões de dólares
Raquel Murgeira 01 de março de 2018 às 13:17

A Gurr Johns, que compra e vende em nome de clientes, adquiriu quatro peças do artista espanhol, num total de 102,4 milhões de dólares, à Sotheby's, esta quarta-feira. Um dia antes, a empresa já tinha adquirido pelo menos mais nove outras obras da Picasso na Christie's, por 54 milhões de dólares, segundo a Bloomberg.

O principal e também o mais caro trabalho do pintor espanhol foi um quadro de 1937 que retrata a jovem musa e amante de Picasso, Marie-Therese Walter (na foto). O quadro foi vendido por 68,92 milhões de dólares, superando as estimativas da Sotheby's. O vendedor do quadro foi um membro da família de Picasso que preferiu manter o anonimato.

Por outro lado, o quadro mais barato de entre todas as obras vendidas de Picasso foi o "Citron et verre" de 1922, avaliado em 543,5 dólares.

"Estou a ter dificuldade em imaginar quem gostaria de comprar tantos Picassos de uma só vez", salienta David Nash, especialista de arte citado pela Bloomberg. "A verdadeira questão é: para quem é que a Gurr Johns estava a comprar? E com que propósito?". A agência noticiosa salienta que não é ainda claro se a empresa com escritórios em Londres e Los Angeles, entre outras localizações, estava a comprar quadros para um único cliente ou vários. 

Picasso foi destituído como o artista mais caro em leilão por Leonardo Da Vinci, em Novembro passado, com uma obra vendida por 450 milhões de dólares (368,3 milhões de euros).




pub