Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

38 empresas de colocação de professores têm verbas em atraso, diz a câmara de Santarém

Só na zona de Lisboa e Vale do Tejo são 38 as empresas de colocação de professores que têm dinheiro a receber do Governo. Em Santarém, três agrupamentos ficaram sem professores de AEC devido aos salários em atraso.

Correio da Manhã
Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 03 de Fevereiro de 2015 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A câmara de Santarém vai manter os contínuos das escolas do município a tomar conta dos alunos enquanto tiverem professores que assegurem as Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC), garante a vereadora da Educação do município, Inês Barroso. A responsável sublinha ainda que, só na zona de Lisboa e Vale do Tejo, há 38 empresas de colocação de professores à espera de receber do Governo o dinheiro

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Santarém professores AEC Ministério da Educação Nuno Crato Inês Barroso
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias