Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

44 formas de remuneração não pagam taxa social única

O Governo anunciou recentemente a intenção de passar a tributar, através da taxa social única, novas formas de remuneração como as despesas de representação, a utilização de carro, as indemnizações por extinção de contrato de trabalho ou as ajudas de cust

Elisabete Miranda elisabetemiranda@negocios.pt 03 de Agosto de 2006 às 06:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Governo anunciou recentemente a intenção de passar a tributar, através da taxa social única, novas formas de remuneração como as despesas de representação, a utilização de carro, as indemnizações por extinção de contrato de trabalho ou as ajudas de custo. Contudo, há dezenas de outros meios de que as empresas se socorrem para pagar aos seus funcionários.

É o caso, por exemplo, dos subsídios de residência e de deslocação, ou da compra do automóvel da empresa por preço inferior ao valor de mercado, noticiou hoje o Jornal de Negócios. Estas realidades pagam IRS mas não descontam para a Segurança Social. Vieira da Silva não descarta a hipótese de vir a considerar mais algumas delas, mas diz que tem de ser criterioso.

Outras Notícias