Negócios num minuto  A seca extrema está de volta. Saiba onde e porquê

A seca extrema está de volta. Saiba onde e porquê

Depois de um ano de 2017 em que muito se ouviu falar de seca extrema em Portugal, estamos em Fevereiro e a seca volta a marcar presença, fazendo antever um Verão muito difícil. A situação, diz o Instituto do Mar e da Atmosfera, é preocupante e os números já falam por si. Filomena Lança, redactora principal do Negócios, explica o ponto de situação feito pelo IPMA e pela Agência Portuguesa do Ambiente.
A carregar o vídeo ...
Negócios 24 de fevereiro de 2018 às 18:00



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Kaiden 01.03.2018

I am totally wowed and prraeepd to take the next step now.

É URGENTE A CONTRUÇÃO DA "ALQUEVA" DO NORTE ! 24.02.2018

QUE SE ATENTE, DUMA VEZ POR TODAS, NISTO :

O Norte poderá ter tb a sua Alqueva, no profundo VALE DO CÔA, onde DEVE ser construída uma Barragem.
Quando é a vida do dia-a-dia das pessoas q está em perigo, as gravuras ( que já estão todas protegidas em suporte digital ) têm de passar a 2º. plano.

É URGENTE A CONTRUÇÃO DA "ALQUEVA" DO NORTE ! 24.02.2018

Não colhe, de todo, qualquer argumento contra a construção da BARRAGEM DO VALE DO CÔA, com base em que essa construção irá danificar as pinturas rupestres, visto que, pelo contrário, ficarão incólumes sob a água.

Por outro lado, é um crime deixar perder-se kms. cúbicos de água para o mar.

É URGENTE A CONTRUÇÃO DA "ALQUEVA" DO NORTE ! 24.02.2018

Acresce q vivemos num tempo em q faz cada vez mais sentido criar energia limpa, através de barragens
Este é mais um argumento de peso, para q quem de direito decida da CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM DO VALE DO CÔA

Os próprios ambientalistas devem, neste caso particular, ser sensatos e não ser obstrução.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub