Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abastecimentos em Espanha provocam queda do venda de combustíveis em Portugal

A média mensal de consumo de combustíveis não pára de cair e está 4,7% abaixo da de 2005. A queda é maior nas gasolinas do que nos gasóleos, que já representam 75% do mercado dos combustíveis rodoviários. Os dados são da Apetro, que aponta o dedo à fiscal

Pedro Santos Guerreiro psg@negocios.pt 18 de Setembro de 2006 às 14:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Se quase não há diferença nos preços em Portugal e Espanha antes de impostos, o preço de um litro de gasolina é, no final, 24 cêntimos (ou 17,3%) mais caro em Portugal. Cada litro de gasolina tem no nosso País quase 80 cêntimos de impostos e taxas, que representam quase 60% do seu preço final.

No gasóleo, a diferença é menor mas também existe: um litro custa menos oito cêntimos (ou 7,6%) em Espanha. Cada litro de gasóleo tem, por cá, quase 53 cêntimos de impostos e taxas, que representam quase metade do seu preço final.

Segundo a Apetro, "com diferenças desta ordem de grandeza, a motivação para abastecer em Espanha é grande, e a chamada ‘zona fronteiriça’ vai aumentando quilómetro após quilómetro."

Aliás, conclui a associação, "a receita fiscal é negativamente afectada enquanto que, contrariamente, Espanha beneficia da situação". O caminho, diz a Apetro, é a harmonização fiscal.

"Dieselização" do País

Outro diagnóstico da Apetro é o da "dieselização" do mercado português de combustíveis rodoviários, que é crescente: o gasóleo representava 75% no final de 2005, que comparam com uma quota de 63% em 1991.

Causas da "dieselização": "baixo crescimento económico desde 2000, associado à recente evolução dos preços do petróleo", além dos "grandes avanços tecnológicos conseguidos pelos fabricantes de motores diesel" nos anos 90, com "motores mais rápidos, silenciosos e favoráveis ao ambiente".

Outras Notícias