Conjuntura Actividade económica e consumo privado crescem ao ritmo mais baixo de um ano

Actividade económica e consumo privado crescem ao ritmo mais baixo de um ano

A actividade económica continua a crescer, mas o ritmo deste aumento está a diminuir. E isto já acontece há cinco meses, de acordo com os dados do Banco de Portugal. O consumo privado também está a dar sinais de abrandamento.
Actividade económica e consumo privado crescem ao ritmo mais baixo de um ano
Paulo Duarte
Sara Antunes 16 de fevereiro de 2018 às 11:23

O indicador de actividade económica cresceu 2,4% em Janeiro, quando comparado com o mesmo período do ano passado, revelou esta sexta-feira, 16 de Fevereiro, o Banco de Portugal. Este é o ritmo mais lento do crescimento da actividade económica desde Fevereiro de 2017.

 

Além de ser o mais lento do último ano, representa também o quinto mês consecutivo de abrandamento. Algo que corrobora as perspectivas para a economia nacional, já que o crescimento do produto interno bruto (PIB) tem vindo a abrandar. No último trimestre do ano passado, o PIB cresceu 2,4%, o que corresponde a um abrandamento face aos trimestres anteriores.

 

E as previsões apontam para que este ano a economia abrande o seu ritmo de crescimento. Depois de o PIB ter aumentado 2,7% em 2017, registando a maior expansão desde 2000, as estimativas apontam agora para que a economia portuguesa cresça entre 2,3% e 2,4% em 2018.

 

Já no que toca ao consumo privado, o indicador revelado pelo Banco de Portugal aponta também para uma travagem no crescimento. O consumo cresceu 2%, o menor aumento desde Janeiro do ano passado.

 






A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 16.02.2018

Sinal de que a malta já está outra vez toda endividada.

comentários mais recentes
Anónimo 16.02.2018

Vendo o gráfico chegamos facilmente à conclusão que o ritmo de crescimento abrandou muito desde a eleição deste governo. Antes, entre 2012 e 2014 a curva era bem ingreme.

Anónimo 16.02.2018

Um governo visto por certa imprensa internacional coletivista e europeísta 50% não indutor e estimulador de investimento leva ao colapso do mesmo.Temos empresas a deslocalizar-se,insolvencias,falencias e uma má imagem para os investidores estrangeiros.Poquê investir em Portugal?Debandada?

Anónimo 16.02.2018

Novidades?? Quem o tiver que o poupe como dizem os velhinhos... O dinheiro não e de quem o ganha, e de quem o poupa meus caros... Agora espero que quem o poupa não vá ficar sem ele por causa dos outros...

ahah 16.02.2018

São poucos os comentários inteligentes que aqui aparecem, muita verborreia mental, é pena... quanto á evolução do Pib, gosto mais de analisar a evolução em cadeia, comparando trimestres sucessivos pois evita comparação com meses homólogos que foram fracos/fortes.

ver mais comentários
pub