Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Actividade económica em Portugal acelera em Julho

A actividade económica em Portugal acelerou em Julho. O índice de actividade económica, divulgado hoje pelo INE, aumentou de 1,9 pontos, em Junho, para 2,3 pontos em Julho reflectindo uma procura interna mais dinâmica.

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 19 de Setembro de 2007 às 11:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A actividade económica em Portugal acelerou em Julho. O índice de actividade económica, divulgado hoje pelo INE, aumentou de 1,9 pontos, em Junho, para 2,3 pontos em Julho reflectindo uma procura interna mais dinâmica.

Desde Fevereiro que o índice de actividade económica, cujos dados disponíveis vão só até Julho, tem aumentado todos os meses.

O INE, na síntese económica de conjuntura refere que "o enquadramento internacional da economia portuguesa apresentou-se menos favorável" e "no plano interno, o indicador de clima económico agravou-se em Julho e Agosto, não se afastando porém do máximo dos cinco anos anteriores atingido em Junho".

O indicador quantitativo do consumo continuou a acelerar em Julho devido a um crescimento mais elevado do consumo de bens duradouros e correntes. O investimento também terá recuperado, com o respectivo indicador de FBCF a melhorar nos últimos seis meses, atingindo em Julho o melhor valor desde o final de 1998.

"A informação proveniente dos Indicadores de Curto Prazo (ICP) revelou evoluções favoráveis de Junho para Julho nos sectores dos serviços e da construção, uma vez que no da indústria continuam a registar-se abrandamentos", prossegue o instituto de estatística.

Já os dados preliminares do comércio internacional, com informação disponível até Julho, revelaram reduções no crescimento homólogo em valor quer das importações (1,4 p.p. – pontos percentuais), quer das exportações (1,8 p.p.). No entanto, as exportações continuaram a apresentar um crescimento nominal mais forte do que as importações.

Em Agosto, a inflação foi de 2,1%, menos 0,3 p.p. do que em Julho, o que representa o mínimo desde Junho de 2005.

Mais lidas
Outras Notícias