Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Actividade económica em Portugal interrompe tendência de queda

O índice da actividade económica do Banco de Portugal estabilizou pela primeira vez este ano. Já o consumo privado continua em queda.

Bloomberg
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 15 de Julho de 2016 às 14:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 19
  • ...

O indicador coincidente do Banco de Portugal para medir a evolução da actividade económica estabilizou em Junho em 0,1%, interrompendo a assim a tendência de queda que vinha a registar desde o final do ano passado.

 

Além dos dados de Junho, o Banco de Portugal também reviu em alta os valores dos meses anteriores, pelo que ao contrário do que o banco central tinha revelado o mês passado, a actividade económica não chegou a entrar em terreno negativo.

 

Os novos dados revelados pelo Banco de Portugal continuam a apontar para um abrandamento da economia no segundo trimestre. O indicador coincidente subiu 0,2% em Abril e 0,1% em Maio e Junho, o que traduz taxas de variação mais reduzidas do que o verificado nos três meses anteriores (1% em Janeiro, 0,7% em Fevereiro e 0,4% em Março).  

 

O registo de Junho do indicador de actividade económica é o mais baixo desde Dezembro de 2014.

 

O INE reviu em alta o crescimento da economia no primeiro trimestre, com o Produto Interno Bruto (PIB) a crescer 0,9% em termos homólogos e 0,2% face ao trimestre anterior. Uma evolução que, em conjunto com outros indicadores recentes da economia portuguesa, tem levado vários analistas e instituições a cortar as previsões de crescimento do PIB para este ano.

 

Devido à devolução de rendimentos operada pelo actual Governo, o consumo das famílias tem sido dos principais motores da economia portuguesa, mas está também a abrandar.

 

O indicador do Banco de Portugal que mede a evolução do consumo privado baixou para 1,7% em Junho, o que traduz uma queda de duas décimas face aos 1,9% registados em Maio. Até Abril este indicador estava a crescer acima de 2% e a leitura do mês passado é a mais baixa desde Janeiro de 2014.



Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal Produto Interno Bruto INE actividade económica
Outras Notícias