A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Actividade económica melhora mas ainda não compensa abrandamento do segundo trimestre

Os principais sectores de actividade revelaram, na generalidade, «alguma melhoria» até Agosto mas «ainda não totalmente compensatória de abrandamentos verificados desde finais do segundo trimestre», divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 20 de Outubro de 2004 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os principais sectores de actividade revelaram, na generalidade, «alguma melhoria» até Agosto mas «ainda não totalmente compensatória de abrandamentos verificados desde finais do segundo trimestre», divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística.

Segundo a mesma fonte, o indicador de clima económico a nível interno «agravou-se substancialmente» em Setembro, com uma variação homóloga de 0,1%, e o indicador de actividade, disponível até Agosto, «ainda não recuperou do abrandamento observado em Junho», registando uma variação homóloga de 2,5% em Agosto, igual à do mês anterior.

No domínio da procura interna, o consumo privado «aparenta alguma recuperação, mas apenas compensando parcialmente as indicações menos favoráveis obtidas no mês anterior, explica o comunicado, acrescentando que o investimento «mantém a trajectória de recuperação que tem apresentado há largos meses».

Em relação aos países com maior proximidade económica o INE revela que a generalidade «continua a ser favorável», mesmo que a valorização dos preços do petróleo faça «aumentar a margem de incerteza quanto à robustez da retoma internacional».

No que diz respeito ao comércio externo, com informação até Julho, registam-se «abrandamentos em ambos os fluxos» e a «manutenção da tendência de forte agravamento do saldo entre as exportações e importações».

No mercado de trabalho, o INE explica que indicador de emprego «tem vindo a recuperar lentamente» mas referiu a «inversão das expectativas dos agentes económicos» em Setembro.

A mesma fonte revelou ainda que a inflação «abrandou de forma significativa pelo segundo mês consecutivo».

Mais lidas
Outras Notícias