Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alemanha avança com "escudo de defesa" de 200 mil milhões para combater preços da energia

O pacote irá durar até à primavera de 2024. Os detalhes sobre o travão à subida dos preços do gás serão anunciados em outubro.

Lusa/EPA
Fábio Carvalho da Silva fabiosilva@negocios.pt 29 de Setembro de 2022 às 17:45
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...
O chanceler alemão, Olaf Scholz, anunciou um pacote 200 mil milhões de euros, que servirá como um "escudo de defesa" contra a aceleração dos preços da energia. O programa inclui um travão nos preços do gás e um corte nos impostos sobre a venda de combustíveis.

A maior economia europeia está a tentar lidar com o aumento dos custos de gás e eletricidade causados em grande parte pelo colapso no fornecimento de gás russo para a Europa, que Moscovo atribuiu às sanções ocidentais, após invasão da Ucrânia em fevereiro.

"Os preços têm que cair. O governo vai fazer tudo o que conseguir, estamos a montar um grande escudo de defesa", afirmou Scholz.

O pacote irá durar até à primavera de 2024. Os detalhes sobre o travão à subida dos preços do gás serão anunciados em outubro.

O limite temporário do preço da eletricidade terá como beneficiários consumidores particulares, e pequenas e médias empresas.

Os impostos sobre venda de gás irão ainda passar de 19% para 7%. Por outro lado, a Alemanha quer reforçar a expansão de energias renováveis com o desenvolvimento de terminais de GNL.

Para ajudar as famílias e empresas a enfrentar qualquer interrupção no fornecimento de inverno, especialmente no sul da Alemanha, duas centrais nucleares que iam fechar portas no final deste ano podem continuar a funcionar até à primavera de 2023.

O pacote será financiado com nova dívida, depois de Berlim ter aprovado a suspensão do limite constitucional que obriga que a nova dívida deve respeitar um tecto de 0,35% do Produto Interno Bruto.
Ver comentários
Saber mais Olaf Scholz Europa Alemanha energia energia
Outras Notícias