Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Analistas revêem em baixa crescimento do PIB do Brasil devido a greve dos camionistas

Os analistas do mercado reviram hoje em baixa as suas previsões de crescimento da economia brasileira este ano, de 2,50% na semana passada para 2,37%, devido à greve de camionistas que está a paralisar o país.

Reuters
Lusa 28 de Maio de 2018 às 17:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Segundo a sondagem que o Banco Central do Brasil realiza semanalmente junto de uma centena de economistas de bancos e instituições financeiras, a nova projeção para a expansão do PIB brasileiro fica quase 0,40 pontos percentuais abaixo da que foi prevista há quatro semanas quando se antecipava um crescimento de 2,75% em 2018.

Também devido aos potenciais efeitos da greve, os analistas elevaram as projecções relativas à inflação de 3,50% para 3,60%.

As alterações reflectem a preocupação dos analistas com o impacto da greve que deixou o Brasil paralisado nos últimos oito dias, e que prosseguem apesar de algumas cedências do Governo, provocando graves rupturas no abastecimento de alimentos, combustíveis e até material hospitalar.

Esta manhã, as acções da gigante petrolífera estatal caíam mais de 8%, depois de o presidente brasileiro, Michel temer anunciar uma descida significativa no preço dos combustíveis para tentar acabar com a greve.

Os problemas no abastecimento de combustíveis provocaram também uma forte subida dos preços dos alimentos, sobretudo nos mercados populares que distribuem frutas e verduras de pequenos agricultores, aumentando também as pressões inflacionistas.

Quanto ao PIB, receia-se que a paralisação afecte negativamente uma economia ainda débil que estava lentamente a recuperar da profunda recessão que o país sofreu entre 2015 e 2016.
Ver comentários
Saber mais Brasil Governo macroeconomia inflação economia negócios e finanças greve camionistas PIB crescimento
Outras Notícias