Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Antigo director do orçamento dos EUA acusado de fraude no valor de 1,2 mil milhões

O antigo director do orçamento dos EUA, David Stockman, no período em que Ronald Regan foi presidente daquele país, foi indiciado por fraude a investidores e à banca no valor de 1,6 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) enquanto presidente da

Negócios negocios@negocios.pt 27 de Março de 2007 às 14:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O antigo director do orçamento dos EUA, David Stockman, no período em que Ronald Regan foi presidente daquele país, foi indiciado por fraude a investidores e à banca no valor de 1,6 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) enquanto presidente da fabricante de peças de automóveis Collins & Aikman.

David Stockman, que também era o presidente executivo da empresa, está a ser acusado de emitir declarações falsas para aumentar o capital e para evitar não cumprir com os acordos de crédito já realizados.

O responsável está a ser acusada, em conjunto com outros antigos executivos, de conspiração, fraude bancária, fraude com títulos e de obstrução.

A Collins & Aikman entrou em falência em 2005 e cinco dias antes David Stockman demitiu-se.

David Stockman alegou estar inocente e pagou uma fiança de um milhão de dólares (752,68 milhões de euros) para aguardar julgamento em liberdade.

Outras Notícias