Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

António Vitorino nega envolvimento em esquema de corrupção na Venezuela

A justiça espanhola diz que o ex-ministro socialista se terá apropriado de 35 milhões de euros da petrolífera estatal venezuelana PDVSA.

Bruno Colaço
Correio da Manhã 20 de Janeiro de 2020 às 01:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...

O antigo ministro socialista António Vitorino nega qualquer ligação a um esquema de corrupção através do qual é acusado de se ter apropriado de 35 milhões de euros da petrolífera estatal venezuelana PDVSA, como aponta a justiça espanhola.

Ao Correio da Manhã, o antigo governante rejeitou as acusações: "É absolutamente falso qualquer envolvimento com empresas venezuelanas, incluindo a PDVSA, ou que me tenha apropriado de 35 milhões de euros".

O antigo governante confirma que é proprietário, com a mulher Beatriz de Carneiro, da sociedade Emab Consultores Lda, mas sublinha que "nunca trabalharam para a petrolífera venezuelana".

A única ligação indireta à PDVSA foi através do escritório de advogados Cuatrecasas, em Lisboa, onde Vitorino chegou a trabalhar , admitiu ao CM: "Nessa altura, essa sociedade teve algumas atividades ligadas à PDVSA de natureza fiscal, mas não era eu que tratava".

Ver comentários
Saber mais António Vitorino Venezuela PDVSA
Outras Notícias