Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Apartamento mais caro da Ásia foi vendido neste Natal

O duplex no 46.º e último andar de um prédio em Hong Kong é candidato ao imóvel mais caro alguma vez vendido na Ásia: 140 mil euros por metro quadrado. Veja as imagens.

Negócios 28 de Dezembro de 2015 às 17:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

As imagens do duplex no 46º e último andar de um prédio em Hong Kong estão a dar a volta ao mundo por possivelmente se tratar do imóvel mais caro alguma vez vendido na Ásia quando se calcula o seu preço por metro quadrado: 140 mil euros.

Conta o Le Figaro que a transacção terá sido concluída no dia de Natal pelo equivalente a um pouco mais de 70 milhões de euros. O comprador, não identificado, destronou um outro, cuja identidade é igualmente desconhecida, que em Novembro comprara o até agora mais caro apartamento na Ásia, também localizado em Hong Kong, após ter desembolsado cerca de 60 milhões de euros pelo 12º e último andar do Opus Hong Kong, um edifício desenhado em 2012 pelo arquitecto norte-americano Frank Gehry.

O preço por metro quadrado agora registado não será, porém, um recorde mundial. Em Setembro último, conta ainda o Le Figaro, a Christie's International Real Estate anunciou que uma casa de campo em Saint-Jean-Cap-Ferrat, perto de Nice, foi transaccionada por 216.546 euros por metro quadrado.

Já a casa mais cara do mundo também terá sido recentemente vendida em França: a mansão Louis XIV atingiu os 275 milhões de euros, o preço mais alto de sempre para uma moradia. Antes da venda do "Château" Louis XIV, o preço mais alto pago por uma propriedade tinha sido de cerca de 202 milhões de euros por uma mansão em Londres, em 2011.

Quanto ao apartamento agora vendido em Hong Kong, está localizado no 46º andar, com vista para o Porto de Vitória e também tem um terraço de 163 metros quadrados.


O recorde desta venda não impede que os analistas prevejam que se esteja a assistir ao princípio do fim do "boom" imobiliário numa das cidades mais caras do mundo, cuja moeda está indexada ao dólar norte-americano e onde os preços médios da habitação mais do que duplicaram nos últimos seis anos. A subida das taxas de juros dos EUA deverá contribuir para um declínio nos preços dos imóveis em 17% até 2017, antecipa a corretora CLSA, citada pelo Business Insider.

Ver comentários
Saber mais Hong Kong apartamento mais caro Ásia metro quadrado Natal imobiliário Frank Gehry Christie International Real Estate França
Outras Notícias