Economia Área ardida reduziu-se 69% em 2018 e 2019

Área ardida reduziu-se 69% em 2018 e 2019

O Governo fez esta quinta-feira um balanço dos fogos florestais nos últimos dois anos comparando com a década imediatmente anterior. Número de ignições diminuiu em 47% e a negligência continua a ser a principal causa dos incêndios
Área ardida reduziu-se 69% em 2018 e 2019
Filomena Lança 05 de dezembro de 2019 às 19:06

Em 2018 e 2019 a área ardida caiu 69% face à média registada nos dez anos anteriores, entre 2008 e 2017. Por outro lado, verificou-se uma diminuição de 47% no número de ignições. E isso, apesar de nesse período ter havido, em média, um número maior de dias em classe de perigo meteorológico extremo de incêndio rural do que durante os dez anos anteriores.

Os números são do Executivo, que aproveitou a apresentação do novo Plano Nacional de Gestão  Integrada de Fogos Rurais para fazer um balanço dos fogos florestais. Embora reconhecendo a dimensão que tiveram, em termos estatísticos, os grandes incêndios de 2017, o Governo concentrou-se na medidas de prevenção e combate entretanto colocadas no terreno para explicar os bons resultados.

Em média, entre 2008 e 2017, ocorriam anualmente 139 incêndios com mais de 100 hectares de área ardida, um indicador que baixou para os 40 nos últimos dois anos. Registavam-se também em média 17 fogos com mais de mil hectares ardidos, quando entre 2018 e 2019 foram contabilizados apenas dois com essa dimensão.

Olhando para as causas dos incêndios que se verificaram nos últimos dois anos, verifica-se que a negligência continua a ser a principal causa dos sinistros. Em 2019, até ao início de Dezembro, a GNR registou 10.927 ocorrências de incêndios, das quais mais de 8.000 em áreas florestais. Das cerca de 9.500 investigações que levaram a cabo, os agentes concluíram que em 3.612 casos o fogo ocorreu por negligência. Em 1.922 casos houve dolo e em 146 as causas foram naturais. 

Ao todo, em 2019 a GNR instaurou 7.888 autos de contraordenação na sequência de fiscalizações realizadas na sequência de queimadas, na verificação da gestão do combustível junto dos aglomerados populacionais e junto de edificações e rede viária, ferroviária e elétrica. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI