Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Assunção Esteves: "Presidir ao parlamento foi a maior honra da minha vida"

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, despediu-se esta quarta-feira dos deputados, na última reunião plenária desta legislatura, afirmando que presidir ao parlamento foi a maior honra da sua vida.

Lusa 22 de Julho de 2015 às 22:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 38
  • ...

"Presidir ao parlamento foi a maior honra da minha vida", afirmou Assunção Esteves, no final de uma maratona de votações que durou mais de quatro horas, e que encerrou os trabalhos da actual legislatura.

 

A social-democrata, que foi a primeira mulher a exercer as funções de presidente da Assembleia da República, recebeu aplausos de pé dos deputados da maioria PSD/CDS-PP, de quase todos os deputados do PS e de alguns da restante oposição.

 

A antiga juíza do Tribunal Constitucional considerou que os últimos quatro anos foram um período "intenso" e agradeceu aos deputados e funcionários do parlamento "a colaboração, a confiança e o carinho" que lhe deram. "Devemos estar orgulhosos do nosso protagonismo", considerou.

 

Assunção Esteves foi eleita presidente da Assembleia da República a 21 de Junho de 2011, com 196 votos favoráveis, 41 brancos e dois nulos, depois de o independente Fernando Nobre - primeira escolha do presidente do PSD e primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, para este cargo - ter falhado a eleição por duas vezes, desistindo da sua candidatura.

 

Assunção Esteves sucedeu ao socialista Jaime Gama na presidência da Assembleia da República. Na altura, dedicou a sua eleição "a todas as mulheres, às mulheres políticas que trazem para o espaço público o valor da entrega e a matriz do amor, mas sobretudo às mulheres anónimas e oprimidas".

 

Transmontana nascida em Valpaços, Maria da Assunção Andrade Esteves, jurista, de 58 anos, foi eleita deputada pela primeira vez em 1987, pelo círculo de Vila Real, quando o PSD obteve a sua primeira maioria absoluta, durante a liderança de Cavaco Silva.

 

Em 2002, com Durão Barroso à frente do PSD, Assunção Esteves voltou a ser eleita deputada pelo círculo de Vila Real, e nessa legislatura foi presidente da Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. Em 2004, deixou a Assembleia da República para ir para o Parlamento Europeu, depois de ter sido eleita nas europeias desse ano pela lista da coligação PSD/CDS-PP.

 

Quando Pedro Passos Coelho se candidatou pela primeira vez à liderança do PSD, em 2008, contra Manuela Ferreira Leite e Pedro Santana Lopes, Assunção Esteves declarou-lhe apoio, considerando que este representava "o renascer de uma linha social liberal há muito esquecida" no partido. Nas legislativas de 5 de Junho, foi eleita pelo círculo de Lisboa, onde ocupou o sexto lugar da lista de candidatos do PSD.

Ver comentários
Saber mais presidente da Assembleia da República Assunção Esteves juíza do Tribunal Constitucional Fernando Nobre Pedro Passos Coelho Jaime Gama Assembleia da República Manuela Ferreira Leite Pedro Santana Lopes Cavaco Silva política
Mais lidas
Outras Notícias