Economia Ataque terrorista a duas mesquitas na Nova Zelândia faz 40 mortos

Ataque terrorista a duas mesquitas na Nova Zelândia faz 40 mortos

Na sequência do ataque, já foram detidas quatro pessoas. Um dos suspeitos é australiano e defende a "supremacia branca".
Ataque terrorista a duas mesquitas na Nova Zelândia faz 40 mortos
EPA
Negócios 15 de março de 2019 às 07:53
Pelo menos 40 pessoas morreram e outras 20 ficaram gravemente feridas num ataque terrorista que teve como alvo duas mesquitas na Nova Zelândia, esta sexta-feira, 15 de março.

A primeira-ministra Jacinta Arden já confirmou que se trata de um ataque terrorista, levado a cabo por pelo menos um atirador que irrompeu pelas mesquitas a disparar indiscriminadamente.

Os ataques aconteceram na cidade de Christchurch, na noite desta sexta-feira, o dia de oração dos muçulmanos.

A primeira-ministra anunciou que pelo menos quatro pessoas foram detidas.

Um dos atiradores transmitiu em direto o vídeo que o mostra a disparar dentro de uma das mesquitas. Segundo testemunhas, usava um capacete e um coleta à prova de bala.

Pelo menos 30 pessoas morreram na mesquita principal de Al Noor, e outras 10 no templo do subúrbio Linwood.

Um dos atiradores foi identificado como sendo Brenton Tarrant, um australiano de 28 anos. Escreveu um manifesto em que defendia a "supremacia branca", antes do ataque. É um dos três homens e uma mulher detidos pela polícia neozelandesa.



Marketing Automation certified by E-GOI