Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Avaliação bancária de habitações aumenta 0,4% no último trimestre de 2005

O valor médio de avaliação bancária de habitação no Continente subiu no quarto trimestre para os 1.237 euros por metro quadrado, o que representa um acréscimo de 0,4% face aos três meses anteriores.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 31 de Janeiro de 2006 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O valor médio de avaliação bancária de habitação no Continente subiu no quarto trimestre para os 1.237 euros por metro quadrado, o que representa um acréscimo de 0,4% face aos três meses anteriores.

A região do Alentejo foi a que registou o maior acréscimo trimestral na avaliação média, verificando um aumento de 1,1%. Em termos homólogos, a região Centro foi a que viu subir mais a avaliação média de habitação (5,5%), segundo os dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

«Algarve voltou a destacar-se, por apresentar o maior valor médio de avaliação bancária de habitação (1.487 euros por metro quadrado), descendo, no entanto, 0,9% face ao trimestre anterior», de acordo com a mesma fonte.

No caso dos apartamentos, o valor médio da avaliação bancária dos alojamentos localizados no Continente subiu 0,5% face ao trimestre anterior e subiu 0,9% face ao trimestre homólogo, significando uma aceleração de 0,4 p.p. no ritmo de crescimento.

«A região de Lisboa e Vale do Tejo registou uma descida trimestral de 0,3%», segundo o INE.

No caso das moradias, o valor médio de avaliação bancária no Continente estabilizou, em temos trimestrais, tendo subido 5,5% face ao trimestre homólogo de 2004.

Quanto aos alojamentos de gama baixa, o valor médio de avaliação bancária foi de 927 euros por metro quadrado na Área Metropolitana de Lisboa e de 806 euros por metro quadrado na Área Metropolitana do Porto, correspondendo tais valores a variações trimestrais de 2,0% e 2,1%.

Nos alojamentos de gama alta os valores ascenderam a 2.263 euros por metro quadrado e 1.843 euros por metro quadrado, na Área Metropolitana de Lisboa e na Área Metropolitana do Porto, respectivamente.

Outras Notícias